O centro das atenções

Um homem estava sentado no vaso, de um banheiro de shopping center, fazendo suas necessidades quando ouve:
"Oi, tudo bem??"

Praticamente ninguém gosta de conversar neste momento, muito menos sem saber quem se encontra do outro lado, mas para não ser indelicado ele responde:
"Estou ótimo!"

E o outro pergunta:
"O que é que está fazendo?"

Mas que pergunta mais sem lógica. O homem acha até um pouco bizarro, mas responde:
"Acho que o mesmo que você..."

Justamente quando estava chegando ao ponto alto da situação ele ouve:
"Posso ir aí??"

Ok, isto já era demais, mas sem querer ser mal educado, ele responde:
"Não! Neste momento estou muito ocupado..."

Nisto o outro homem fala:
"Olha... eu ligo mais tarde, porque tem um idiota sentado aqui ao lado e cada vez que eu falo com você, ele responde..."

Moral da história:
Analise bem o contexto, os fatos e o que é dito, ANTES de tomar partido por alguma posição e lembre-se que você até pode ser algumas vezes, mas jamais será SEMPRE o centro das atenções. A maioria dos coisas que ocorrem a sua volta não são feitas para atingi-lo de alguma forma, mas sim com propósitos completamente diferentes.

Published segunda-feira, 28 de julho de 2008 2:30 by Paleo
Filed under:

Comments

No Comments

Leave a Comment

(required) 
(required) 
(optional)
(required)