Office System - Tecnologias

Tecnologias

Assuntos diversos ligados à tecnologia.

Syndication

Receive Email Updates



Browse by Tags

All Tags » Office System (RSS)
Problemas de ativação do Office 2013
Suponhamos que você deva instalar vários Office 2013 e no meio do processo perdeu o controle de quais chaves já usou. Então acaba inserindo uma chave que já havia sido usada a quantidade de vezes permitida e o Office falha na ativação. O que fazer? Simplesmente alterar a chave para a correta e seguir o processo de ativação. Como? Via prompt de comando, com privilégios de administrador. Aqui vão os passos: Localize o arquivo OSPP.VBS ; Ele estará em uma das seguintes pastas: C:\Program Files\Microsoft Office\Office15\; C:\Program Files (x86)\Microsoft Office\Office15\. Agora execute o seguinte comando: cscript " Pasta_identificada_no_item_anterior \OSPP.VBS" /inpkey: a_chave_de_produto_correta O resultado será algo assim: Agora é só executar o processo de ativação denovo, que funcionará perfeitamente!

Posted sábado, 16 de agosto de 2014 11:42 by Paleo | with no comments

Usando o Dicionário de Sinônimos no Word 2013
Agora vejamos como usar o dicionário de sinônimos existente no Word 2013, outra ferramenta muito boa! Para usar este recurso, selecione a palavra desejada e clique em Dicionário de Sinônimos ; Isso fará com que seja aberta outra janela, mostrando eles; Legal não é? Agora, que tal fazer isso em outro idioma? Seguindo a mesma ideia do post anterior ( Usando dicionário de significados no Word 2013 ), vou seguir usando a palavra inconsciente, porém desta vez, vou colocá-la em Italiano . Por que Italiano? Simples, foi o primeiro idioma que pensei, mas você pode escolher qualquer outro. Primeiro vamos instalar o dicionário de sinônimos em Italiano, para tanto clique em Revisão –> Idioma –> Preferências de idioma… ; No conjunto Escolher idiomas de Edição , em Adicionar mais idiomas de edição , escolha o idioma desejado (sim, a lista é longa) e depois clique em Adicionar ; Então você será redirecionado para a página do Office, onde terá de selecionar o idioma novamente; Na coluna do Revisor de Texto você encontrará o botão que deseja, aí é só clicar em Baixar e depois em Executar ; Na janela de confirmação clique em Sim e depois aceite os termos de uso (sim, eles estarão no idioma que você está adicionando); Então bastará você reiniciar o Word para as alterações surtirem efeito; Agora, acesse novamente o documento, selecione a palavra e clique em Revisão –> Dicionário de Sinônimos (da mesma forma descrita acima). Por padrão, ele vai abrir direto o dicionário de sinônimos de seu idioma padrão, informando que não localizou a palavra; A única coisa que você precisa fazer é alterar o idioma para o correto, no menu inferior (selecionado acima); Prontinho! Isso não é ótimo para quando estamos escrevendo textos em outros idiomas e queremos evitar repetições da mesma palavra? Aproveite!   Gostou? Indique o blog para um amigo!

Posted segunda-feira, 7 de julho de 2014 0:35 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Usando dicionário de significados no Word 2013
Você sabia que o Word 2013 dispõe de um dicionário de significado e um de sinônimos? Pois veja aqui como utilizá-los! Caso haja uma palavra que você deseje verificar o significado em seu texto, basta selecioná-la e clicar nos seguintes menus. Revisão –> Definir ; O Word vai abrir uma janela lateral, onde aparecerá a definição da palavra procurada; Legal, não é, mas isto fica ainda mais interessante quando estamos falando de expressões estrangeiras, pois de uma forma ou de outra conseguimos nos virar com o idioma em que fomos criados, mas o problema surge ao se tentar escrever textos em outros idiomas. Pois vamos lá então: O primeiro passo pode ser instalar um dicionário, caso o idioma ainda não esteja instalado. Nesta caso, clique em Inserir –> Loja e escolha o dicionário desejado. Aqui vou utilizar um dicionário de Italiano; Uma vez instalado ele aparecerá em Meus Aplicativos , aí é só selecionar a palavra desejada, clicar em Inserir , na seta ao lado de Meus Aplicativos e escolher o dicionário desejado; Abrirá aquela mesma janela lateral com a definição da palavra desejada (naturalmente, para manter a consistência do exemplo, estou usando a mesma palavra apenas em italiano, sim usei o tradutor do Word para traduzi-la); Em função de erros de certificado, pode ser que apareçam umas mensagens de erro na janela, neste caso apenas clique em Atualizar página e depois em Continuar neste site ;   Aí sua resposta aparecerá! Gostou? Divulgue o blog para seus amigos!

Posted segunda-feira, 7 de julho de 2014 0:02 by Paleo | 2 comment(s)

Filed under: ,

Traduzindo textos com o Word – Parte 3
Com este artigo fecho esta pequena série, que teve anteriormente: Traduzindo textos com o Word 2013 - Parte 1 = Como traduzir documento inteiros Traduzindo textos com o Word 2013 – Parte 2 = Como traduzir a palavra onde o mouse estiver repousando Agora vou abordar como traduzir o texto selecionado. Para tanto selecione um texto de seu documento que esteja em outro idioma e depois acesse a guia Revisão , clique em Traduzir e selecione Traduzir Texto Selecionado ; Neste momento o Word 2013 irá abrir a janela do Minitradutor em uma barra lateral e apresentar o seu texto já traduzido, depois você terá as opções de Inserir o texto em seu documento, ou apenas Copiá-lo para a área de transferência, para depois colá-lo onde desejar. Maravilha, assim concluo a série de tradução com o Word 2013, espero que tenham gostado e que seja muito útil para vocês!

Posted quinta-feira, 3 de julho de 2014 17:51 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Traduzindo textos com o Word 2013 – Parte 2
No artigo anterior ( Traduzindo textos com o Word 2013 ) abordei como traduzir um documento inteiro no Word 2013, agora vou demonstrar como traduzir apenas partes dele. Com o texto que deseja traduzir aberto no Word 2013, clique em Revisão , selecione Traduzir e escolha Minitradutor ; Isto vai habilitar o Minitradutor (sim, você não notará nada em sua tela). Caso deseje conferir se ele foi habilitado basta clicar novamente em Traduzir e reparar que agora o Minitradutor estará selecionado (quem indica isso é o quadrado azul ao fundo dele); Você já deve ter reparado que consta Português (Brasil) no Minitradutor , caso deseje que a tradução dele seja para outro idioma, basta clicar em Escolher o Idioma de Tradução… e selecioná-lo; (Tá certo, eu sei que o parêntese ficou bem torto, mas façam de conta que está bonito, OK?) Agora aponte o mouse para uma palavra em outro idioma e repare que vai aparecer uma janela, quase transparente no entorno da palavra, referindo-se ao Microsoft Translator ; Movimente o mouse para dentro desta janela e verá sua tradução; Caso deseje traduzir um frase, é só selecioná-la e repousar o mouse sobre a seleção. Vai aparecer a mesma janela transparente; Agora, se movimento o mouse para dentro da janela transparente, tenho minha tradução; Há ainda dois botões muito úteis no Minitradutor, destacados acimas com os números: Clicando no marcado com o número 1 , teremos a expansão do Minitradutor para uma barra lateral contendo várias outras opções, dentre as quais um botão inserir que posso utilizar para inserir a tradução direto em meu documento; Já o ícone marcado com o número 2 é praticamente autoexplicativo. Ele serve para copiar a tradução, que poderá então ser colada onde eu desejar. Pronto, agora divirta-se com mais este recurso!

Posted quinta-feira, 3 de julho de 2014 17:38 by Paleo | 2 comment(s)

Filed under: ,

Traduzindo textos com o Word 2013 - Parte 1
Atendendo ao pedido de uma amiga, posto aqui como traduzir textos com o Word 2013. Vou demonstrar algumas formas de realizar este procedimento, nesta primeira faremos a tradução do documento inteiro. Considerando que você deseja traduzir o documento inteiro, acesse a guia Revisão , depois clique em Traduzir e selecione Traduzir Documento ; Abrirá uma janela para você confirmar de qual e para qual idioma deseja traduzir; Faça sua seleção e clique em OK (repare que independe o idioma do seu Word, você poderá traduzir de e para qualquer um dos idiomas da lista; Como optamos por traduzir um documento inteiro, ele será enviado para a internet, traduzido e disponibilizado de volta (sim, precisa estar online!), desta forma, clique em Enviar ; O retorno será através de uma página de internet, que já apresentará o texto traduzido; Outra coisa interessante, é que algumas vezes não conseguimos entender algo traduzido por tradutores online, então basta apontar o mouse para uma frase que ela será apresentada no idioma original, juntamente com o traduzido (repare na caixa cinza, acima do texto traduzido); Agora é só selecionar o texto, copiá-lo e colar onde desejar, ou simplesmente lê-lo online. No próximo artigo, explico o segundo método, até mais!

Posted quinta-feira, 3 de julho de 2014 16:59 by Paleo | 4 comment(s)

Filed under: ,

Enviando mensagens personalizadas para uma lista de contatos
Suponhamos que você tenha uma lista grande de pessoas para as quais deseje enviar mensagens de e-mail. O texto das mensagens será praticamente igual, mas com algumas personalizações. Isto não deixa de ser outra variante da postagem feita aqui: Enviando individualmente e-mails em massa Primeiro você cria uma planilha no Excel, separando uma coluna para cada informação que deseja poder personalizar na mensagem. A primeira linha conterá os títulos das colunas; Agora insira os dados particulares de cada destinatário, um por linha, salve o arquivo e feche ele; O passo seguinte é abrir o Word, selecionando um Documento em branco , clicar na guia Correspondências , Iniciar Mala Direta e selecionar Mensagens de E-mail; Neste momento devemos informar ao Word quem serão os destinatários de nossos e-mail, aqueles que informamos no Excel. Para isto clique em Selecionar Destinatários e selecione Usar uma Lista Existente ; Agora, caso sua planilha tenha mais de uma guia, selecione a guia adequada na janela seguinte e clique em OK . Se houver apenas uma, esta tela não aparecerá; O passo seguinte é escrever a linha de saudação. Aqui você pode escolher a forma de saudação (Caro, Prezado, nenhum/a), a maneira que deseja exibir o nome e a pontuação que virá após a saudação; Depois pode definir o que deve ser colocado na linha de saudação, caso haja um problema com o nome do destinatário; Aí chega o momento de escrever o texto desejado, inserindo os campos que desejar de sua planilha através do botão Inserir Campo de Mesclagem , onde você pode selecionar qualquer campo da planilha; No seu texto serão inseridos apenas os códigos dos campos e não o seu conteúdo, desta forma sua mensagem ficará parecida com esta abaixo; Caso deseje obter uma visualização dos resultados, clique em Visualizar Resultados ; Uma forma mais prática de inserir o endereço do destinatário é clicar no botão Bloco de Endereço ao invés de inserir campo a campo, conforme demonstrado acima. O resultado no código será; Claro que desta forma não se tem a mesma flexibilidade de customização, mas ainda podemos personalizar algumas coisas, como; Sendo que à direita da tela acima estará aparecendo um exemplo de como ficará, bem como teremos um controle para avançar e retroceder nos dados; Então a última etapa é preparar para o envio, clicando em Concluir e Mesclar e selecionando Enviar Mensagens de e-mail; Agora no campo Para você deve identificar qual coluna da sua planilha contém os endereços de e-mail, informar o assunto que a mensagem terá e selecionar o formato no qual deseja enviar a mensagem. Cabe salientar que se selecionar Texto sem formatação sua mensagem NÃO poderá conter imagens, nem qualquer tipo de formatação de texto; Caso deseje poder usar a mesma mensagens para envios futuros, basta selecionar para Salvar . Neste caso o documento abrirá com os dados do primeiro registro e a conexão com a base de dados será mantida. Quando o documento for aberto novamente, o Word perguntará se deseja manter a conexão de dados. Caso selecione Não a conexão com a fonte dos dados será quebrada e o texto passará a ser um documento simples do Word.   Pronto, espero que tenham gostado!

Posted terça-feira, 1 de julho de 2014 1:39 by Paleo | with no comments

Convertendo PDF em DOCX – Parte 1
Ontem me surgiu uma necessidade interessante num cliente. Ele me perguntou se era possível converter um arquivo PDF em Word. Eu respondi que claro, o Word 2013 faz isso e demonstrei para ele da forma descrita abaixo (juro que achei estranho ele ter uma dúvida tão simples). Para converte um documento PDF em Word siga os seguintes passos: Abra o Word 2013 selecionando a criação de um novo documento em branco; Clique em Arquivo , Abrir e selecione o documento PDF que deseja converter; Outra forma de chegar neste mesmo ponto é localizar o arquivo PDF com o Windows Explorer , dar um clique com o botão direito do mouse nele e selecionar Abrir com , depois escolher Word (Desktop) . Caso você receba uma mensagem informando que o arquivo será convertido, basta confirmar; Se a edição já não estiver habilitada, clique em Habilitar edição na barra superior; Agora basta ir em Arquivo , Salvar como e escolher documento do Word ; Pronto, problema resolvido! Não no meu caso, pois o cliente gostou da solução, mas disse que havia um problema ainda. Aí eu pergunto: Qual? São 800 arquivos, isso vai demorar muito. Precisamos de algo automatizado. OK, neste momento parto para a criação de uma macro, que demonstro na parte 2 deste artigo.

Posted sábado, 28 de junho de 2014 19:10 by Paleo | 3 comment(s)

Syntax Highlight nas postagens do blog, via Word 2013
Quem escreve um blog, sabe que muitas vezes é interessante postar um código fonte para explicar uma coisa ao leitor, porém dar o destaque correto a cada parte dele, as vezes é complicado, então usando este aplicativo do Office você consegue fazer isso, mesmo quando estiver postando do seu Word 2013 RT, do Surface RT, como é o meu caso! Ok, como proceder? O primeiro passo é instalar o aplicativo no Office, para isso acesse o site da loja do Office e procure pelo aplicativo Syntax Highlighter do Thomas Dunne . Como você pode ver, ele é gratuito! Gostaria de um link direto? Basta clicar na imagem acima. Ali você clica em Add , informa sua conta do live, ou caso ainda não tenha uma, a cria na hora, de graça. Então você abre o Word 2013, clica na guia Inserir e depois em  Meus Aplicativos que ele já aparecerá na lista. Caso não tenha aparecido, clique em Atualizar . Ao clicar nele abrirá uma nova janela no Word, onde você escolhe para qual tipo de código deseja o highlight, repare que existem várias opções! Certo, mas e como funciona? Simples, você escreve o código de forma normal, como demonstrado abaixo: Agora selecione o texto, escolha o tipo de código e clique em Highlight e repare no que acontece: Aqui fica mais fácil de visualizar o resultado: Simples, rápido e fácil. Aproveite!

Posted quarta-feira, 25 de junho de 2014 20:26 by Paleo | with no comments

Inserindo Vídeos em postagens de blog através do Word 2013
Um recurso que era muito utilizado no Windows Live Writer era a inserção de vídeos nos posts de blogs e aparentemente este recurso não está presente no Word 2013 para postagens. Digo aparentemente porque, por padrão, ele não aparece, mas podemos facilmente resolver isto. Aqui vai o passo-a-passo: Na sua faixa de opções, dê um clique numa área livre e selecione Personalizar a Faixa de Opções ; Insira um novo grupo na faixa e dê um nome para ele (suponhamos algo criativo, como Vídeos ) e escolha um ícone; Selecione Todos os comandos , depois localize Videos Online… e clique em Adicionar > > ; Clique em OK e pronto! Agora você já terá na sua Faixa de Opções o novo grupo Vídeos, com o item Video Online !

Posted terça-feira, 24 de junho de 2014 18:22 by Paleo | with no comments

Encurtando todos links de uma coluna no Excel
Eu havia postado como encurtar o link de uma célula aqui ( http://carlosfprocha.com/blogs/paleo/archive/2014/06/10/encurtando-links-no-excel.aspx ), mas recebi alguns e-mails solicitando que fizesse a postagem do código para encurtar todos os links de uma determinada coluna. Pois bem, não repetir toda o post anterior, vou colocar apenas o código VBA para esta nova tarefa, uma vez que basta substituir o do post anterior por este, para obter o resultado desejado. Como em cada e-mail havia o pedido por uma coluna diferente, fiz o código solicitar a coluna desejada. Enjoy!

Posted quinta-feira, 12 de junho de 2014 11:38 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Palestra sobre Produtividade para Pequenas e Médias empresas na Contax
Hoje fiz uma palestra sobre Produtividade para Pequenas e Médias empresas na Contax, abordando os recursos do Windows Essentials 2012 e do Office 365. Muito legal a empresa e o pessoal foi bem participativo.

Posted quarta-feira, 11 de junho de 2014 17:14 by Paleo | with no comments

Encurtando links no Excel
Algumas vezes no trabalho precisamos concentrar uma grande quantidade de informações em uma planilha, para tanto acabamos utilizando links externos para suas fontes, porém estes links ficam com tamanhos diferentes e isso atrapalha na hora de padronizar o tamanho da coluna, pois ou deixamos ela com uma largura gigante, ou não aparece o texto inteiro. Uma forma simples de contornar isso é utilizar encurtadores de links, assim padronizamos o tamanho deles. Para facilitar um pouco mais, demonstrarei aqui como usar um encurtador de links via VBA, direto no seu Excel. A rotina abaixo irá encurtar apenas o link da célula selecionada, mas pode ser facilmente adaptada para encurtar todos links de uma coluna, se for necessário. Primeiro vamos obter um Token de um serviço de encurtamento de links, aqui eu utilizarei o Bitly, mas você pode usar qualquer um de sua preferência. Para o Bitly, acesse https://bitly.com e crie uma conta. Agora acesse a área da API (o endereço está na janela abaixo) e vá em My Apps. Clique em Manage My Apps e gere um Token de acesso genérico clicando no botão Generate Token , depois copie o conjunto de letras e números do Token, pois você deverá inserí-lo na variável Token, do código que vamos criar logo abaixo. Agora vamos criar a macro, para tanto acesse o editor do VBA clicando em Alt + F11 ; Agora adicione uma referência para WinHTTP, pois utilizaremos ele para realizar a busca de dados pela internet. Para isso, no Editor do VBA, clique em Ferramentas | Referências e depois selecione ele na caixa, conforme demonstrado abaixo. Agora vamos criar o código do VBA, clique em Inserir | Módulo e cole o texto abaixo nele: Repare que o conteúdo da variável Token precisa ser alterado para que possa funcionar. É exatamente ali que você deverá inserir o código gerado anteriormente. Ok, já temos o Token e a macro está pronta, agora apenas para facilitar nossa vida, vamos criar um botão para acioná-la, assim não precisaremos ficar pressionando Alt + F8 toda vez que desejarmos executá-la. Para isso, personaliza seu Excel da seguinte forma: Clique em Personalizar barra de ferramentas de acesso rápido e selecione Mais comandos , agora em Escolher comandos em selecione Macros e depois EncurtarUmLink e então em Adicionar . Quando desejar usar a macro, basta selecionar uma célula que contenha um link e clicar no botão que acaba de criar. Tudo pronto, agora é só usar!

Posted terça-feira, 10 de junho de 2014 15:10 by Paleo | 1 comment(s)

Evento SQL Saturday #284
No dia 26/04/2014 fui palestrante no evento SQL Saturday #284, realizado na Estácio FARGS, evento do qual participei desde seu planejamento e negociação, que ocorreram desde novembro de 2013. Nos quinze anos de existência do PASS, esta foi a primeira vez que o evento foi realizado no Rio Grande do Sul e foi realmente muito gratificante tem participado do grupo que tornou possível a realização dele, tento como palestrante, como fazendo a ponte entre a Estácio e o PASS e auxiliando no ajuste de diversos detalhes para sua realização. O evento foi um sucesso completo, onde tivemos a presença de mais de 170 pessoas, que lotaram o auditório da faculdade, desde as 08:00, até as 18:00. Sim, foram 10 horas de evento e o público permaneceu lá! Na abertura do evento tivemos um keynote com Ramnik Gulati, Global Product Manager for SQK Server da Microsoft/USA, o que muito abrilhantou o evento! O evento contou com 18 palestrantes e pela avaliação dos presentes, foi um sucesso total, tendo obtido avaliação média 4,65 , em uma escala que vai de 0 a 5. A minha palestra, que obteve nota 4,74 , em uma escala que ia de 0 a 10, foi sobre Business Intelligence usando o Microsoft Excel, com Power Query. Outra coisa que ficou bacana foi eu ter usado o Office Remote para comandar a apresentação a partir do meu Windows Phone.

Posted terça-feira, 13 de maio de 2014 1:54 by Paleo | with no comments

Windows Live Write para Windows RT (Windows Live Writer for Windows RT)
Alguns blogueiros, assim como eu, gostavam de usar o Windows Live Writer para escrever seus posts, dentre outras coisas pela facilidade para adicionar imagens. (Some bloggers, like me, liked to post their articles using Windows Live Writer, beyound other reasons, because it was pretty straigh forward to insert images.) Então passei a usar um Surface RT, com Windows e Office RT e passei a sentir muita falta de minha ferramenta para blogar. (So, I started using a Surface RT, with Windows and Office RT and missed my old blogging tool.) Procurei na Windows Store e não encontrei nenhuma ferramenta que gostasse. (I went to Windows Store but didn't find any tool I ended up by liking.) Bem, se este também é seu caso, eu tenho uma boa e uma má notícia. Vou dar primeiro a má, mas peço que não de ler o artigo até a boa! (Well, if you feel the same, I have good and bad News for you. I am gonna give you bad news first, but I ask you to don't drop reading after it, keep going till the good!) Notícia má: Desculpe, de certa forma enganei você com o título, pois realmente não há Windows Live Writer para Windows RT. (Bad News: I am sorry, my title might have deceived you, as there isn't really a Windows Live Writer for Windows RT.) Notícia boa: Você pode fazer tudo o que fazia no Windows Live Writer, usando o Word 2013 RT do seu Windows RT, como eu estou fazendo aqui. (Good News: You can do all you were used to do with Windows Live Writer, by using Word 2013 RT, which comes with Windows RT, as I am doing here.) Ok, então vejamos como usá-lo para isso. (Ok, so let's see how to use it for this. I stop translating here. Ok, call me lasy, but as I will use screen captures, text isn't really necessary) Vamos lá: Inicie o Word e na hora de criar um novo document escolha Post de Blog ; Agora clique para criar; Então será solicitado para você informar o tipo de blog que pretende usar. Clique em Registrar agora para continuar; Informar suas credenciais (siga as telas para informar seus dados de acesso) e defina se deseja obter as imagens de outra fonte; Confirme no alerta de segurança; Selecione em qual blog deseja postar, caso sua senha dê acesso a mais de um. (Detalhe: Na imagem temos três, mas caso deseje poder inserir postagens nos três, é necessário executar este procedimento três vezes!); Aí é só aguardar e quando ele carregar iniciar a postagem. Para definir as TAGS da postagem, clique em Inserir Categoria ; Pronto, bom trabalho! Espera que tenha ajudado!

Posted sexta-feira, 9 de maio de 2014 17:16 by Paleo | with no comments

Enviar visualização de planilha por e-mail
Recebi um questionamento sobre como enviar a visualização de uma planilha, por e-mail. Claro, pode ser na forma de imagem, mas eu considero como melhor forma, o envio como PDF. Desta forma vamos à solução! A primeira etapa é definir a área de impressão de sua planilha e os ajustes de página, como a Orientação (Retrato ou Paisagem) e se deseja que imprimi em múltiplas páginas ou ajuste o conteúdo a uma única página, depois é executar a macro abaixo que ela faz o resto, mas claro que você precisa ajustar o que coloquei em negrito antes de roda-la: Sub eMailActiveWorksheet()     ' esta macro envia apenas a planilha como PDF     Dim OL              As Object     Dim EmailItem       As Object     Dim Wb              As Workbook     Dim Arquivo        As String          Application.ScreenUpdating = False     Set OL = CreateObject("Outlook.Application")     Set EmailItem = OL.CreateItem(olMailItem)     Arquivo = " C:\Temp\ " & Replace(ActiveSheet.Name & " - " & ActiveWorkbook.Name, ".xlsm", ".pdf")     ActiveSheet.Copy     Set Wb = ActiveWorkbook     Wb.ExportAsFixedFormat Type:=xlTypePDF, FileName:= _         Arquivo, Quality:= _         xlQualityStandard, IncludeDocProperties:=True, IgnorePrintAreas:=False, _         OpenAfterPublish:=False     With EmailItem         .Subject = " Assunto_do_e-mail "         .Body = " Mensagem_do_e-mail "         .To = " destinatário_do_email "         .Importance = olImportanceNormal         .Attachments.Add Arquivo         .Send     End With     Wb.Close False          Application.ScreenUpdating = True          Set Wb = Nothing     Set OL = Nothing     Set EmailItem = Nothing      End Sub   Substitua “C:\Temp\” pela pasta de sua preferência.

Posted quinta-feira, 8 de maio de 2014 11:26 by Paleo | with no comments

Liberando o acesso ao Lync 2013 na rede local
Já vi muita gente tendo dificuldade para fazer o Lync 2013 funcionar em seus ambientes corporativos, especialmente por enfrentar dificuldades para fazer a liberação de portas no firewall, então resolvi escrever este post. Se me perguntarem, mas estas informações já não estão disponíveis no site do TechNet? Claro, estão aqui: http://technet.microsoft.com/en-us/library/gg398798.aspx Ocorre que algumas pessoas não gostam de ler tanto para obterem suas informações. Então também há esta página: http://www.lync-solutions.com/Documents/Lync_2013_protocol_poster_v6_7.pdf No site acima o Rui Maximo fez um trabalho simplesmente excelente , mas que também pode assustar a alguns leitores, então resolvi postar de uma forma resumida (sei, até um pouco demais), para quem deseja ir direto ao ponto. Pois vamos aos cenários então: Conectar o cliente interno ao Lync; Recurso Protocolo Porta Detecção de presença e mensagens instantâneas SIP/TLS 5061 Detecção de presença, mensagens instantâneas, áudio e vídeo e conferência Web HTTPS 443 Solução empresarial de voz STUN/TCP 443 Áudio, vídeo, conferência web e compartilhamento de aplicativos SRTP/UDP 49152 – 65535 Áudio, vídeo e conferência web PSOM/TLS 8057 Solução empresarial de voz TURN/TCP 448 Solução empresarial de voz UDP 3478 Conectar dois clientes internos via Lync; Recurso Protocolo Porta Áudio, vídeo, conferência web e compartilhamento de aplicativos SRTP/UDP 1024 – 65535 Cliente interno com Exchange Server para usar Unified Messaging; Recurso Protocolo Porta Solução empresarial de voz SRTP/RTCP 60000 – 64000 Bidirecional Cliente interno para soluções de voz. Recurso Protocolo Porta Solução empresarial de voz SRTP/RTCP 30000 – 39999

Posted sexta-feira, 11 de abril de 2014 0:55 by Paleo | with no comments

Outlook 2013 com erro 0x800CCC0E
Hoje após o almoço uma estação de trabalho de cliente com Outlook 2013 simplesmente parou de se comunicar com o servidor Exchange 2003. A primeira que testei foi se o Exchange estava funcionando, acessando-o via OWA e estava tudo certo com ele. Então verifiquei portas de firewall, bloqueios de antivírus, reiniciei serviços e nada parecia resolver. Tudo parecia estar correto na estação de trabalho, aí me informaram que outra estação estava apresentando o mesmo problema e um Smartphone também. Ok, neste caso passei a analisar o servidor e encontrei o problema! O serviço IMAP estava parado em “ Starting… ”, simplesmente não havia forma de parar o serviço, nem de iniciá-lo. A parte complexa foi encontrar o erro, pois a solução foi simples. Bastou acessar o gerenciador de tarefas, efetuar um clique com o botão direito no processo “ inetinfo.exe ” e selecionar “ End Process Tree ”. Prontinho, na hora o serviço mudou para “ Started ” e tudo voltou a funcionar!

Posted sexta-feira, 8 de novembro de 2013 18:03 by Paleo | with no comments

Office Mobile para Android
Mais uma boa novidade para os usuários do Office 365 e de celulares Android, agora eles podem utilizar o Office Mobile em seus telefones, chega de precisar recorrer a similares! Como fazer o download no Android: Acesse a Google Play Store ; Clique em Office Mobile e faça o download dele; Uma vez que esteja instalado em seu telefone, faça login com sua conta do Office 365 para ativá-lo. Agora basta usar!

Posted sábado, 17 de agosto de 2013 12:59 by Paleo | with no comments

Livros Grátis – 26/06/2013
Amigos, mais uma coleção de eBooks da Microsoft de graça. Aproveitem! Office & Office 365 Deployment guide for Office 2013 EPUB MOBI PDF Microsoft Office 365 for professionals and small businesses: Help and How To EPUB MOBI PDF SharePoint Explore SharePoint 2013 EPUB MOBI PDF Deployment guide for SharePoint 2013 EPUB MOBI PDF Test Lab Guide: eBook for SharePoint Server 2013 Intranet and Team Sites EPUB MOBI PDF DOC Create a Balanced Scorecard (SharePoint Server 2010) EPUB MOBI PDF SharePoint Server for Business Intelligence EPUB MOBI PDF SQL Server 5 Tips for a Smooth SSIS Upgrade to SQL Server 2012 EPUB MOBI PDF A Hitchiker's Guide to Microsoft StreamInsight Queries EPUB MOBI PDF Data Mining Extensions (DMX) Reference EPUB MOBI PDF Data Quality Services  EPUB MOBI PDF High Availability Solutions EPUB MOBI PDF Master Data Services EPUB MOBI PDF Monitor and Tune for Performance EPUB MOBI PDF Multidimensional Expressions (MDX) Reference EPUB MOBI PDF SQL Server Distributed Replay EPUB MOBI PDF Transact-SQL Data Definition Language (DDL) Reference EPUB MOBI PDF XQuery Language Reference EPUB MOBI PDF Extracting and Loading SharePoint Data in SQL Server Integration Services EPUB MOBI PDF Integration Services: Extending Packages with Scripting EPUB MOBI PDF Multidimensional Model Programming EPUB MOBI PDF Optimized Bulk Loading of Data into Oracle EPUB MOBI PDF Planning Disaster Recovery for Microsoft SQL Server Reporting Services in SharePoint Integrated Mode EPUB MOBI PDF SQL Server 2012 Tutorials: Reporting Services EPUB MOBI PDF SQL Server 2012 Tutorials: Writing Transact-SQL Statements EPUB MOBI PDF SQL Server Community FAQs Manual EPUB MOBI PDF System Center Cmdlet Reference for App Controller in System Center 2012 SP1 EPUB MOBI PDF Technical Documentation for System Center 2012 - Virtual Machine Manager EPUB MOBI PDF Visual Studio Better Unit Testing with Microsoft Fakes EPUB MOBI PDF Dependency Injection with Unity PDF Developer's Guide to Microsoft Enterprise Library (Second Edition) PDF Testing for Continuous Delivery with Visual Studio 2012 PDF Upgrade Team Foundation Server 2012: the ultimate upgrade guide EPUB MOBI PDF Web Development ASP.NET Multi-Tier Windows Azure Application Using Storage Tables, Queues, and Blobs EPUB MOBI PDF ASP.NET Web Deployment using Visual Studio EPUB MOBI PDF Developing Modern Mobile Web Apps EPUB MOBI PDF The Entity Framework 4.0 and ASP.NET Web Forms – Getting Started EPUB MOBI PDF Getting Started with the Entity Framework 4.1 using ASP.NET MVC EPUB MOBI PDF Project Silk: Client-Side Web Development for Modern Browsers PDF Windows Administrator's Guide for Microsoft Application Virtualization (App-V) 5.0 EPUB MOBI PDF Administrator’s Guide for Microsoft BitLocker Administration and Monitoring 1.0 EPUB MOBI PDF Administrator’s Guide for Microsoft Diagnostics and Recovery Toolset (DaRT) 7 EPUB MOBI PDF Administrator’s Guide for Microsoft Diagnostics and Recovery Toolset (DaRT) 8.0 EPUB MOBI PDF Administrator’s Guide for Microsoft User Experience Virtualization (UE-V) 1.0 EPUB MOBI PDF Developing an end-to-end Windows Store app using C++ and XAML: Hilo PDF Developing an end-to-end Windows Store app using BLOCKED SCRIPT Hilo PDF Prism for the Windows Runtime: Developing a Windows Store business app using C#, XAML, and Prism PDF Programming Windows 8 Apps with HTML, CSS, and JavaScript EPUB MOBI PDF Windows Azure Autoscaling Application Block and Transient Fault Handling Application Block Reference EPUB MOBI PDF Create Your First Application: Node.js and Windows Azure EPUB MOBI PDF Developing Multi-tenant Applications for the Cloud on Windows Azure (3rd Edition) PDF Drupal on Windows Azure EPUB MOBI PDF Exploring CQRS and Event Sourcing: A journey into high scalability, availability, and maintainability with Windows Azure PDF Migrating Data-Centric Applications to Windows Azure EPUB MOBI PDF Moving Applications to the Cloud on Windows Azure (3rd Edition) PDF Using Windows Azure Mobile Services to Cloud-Enable your iOS Apps EPUB MOBI PDF Using Windows Azure Mobile Services to Cloud-Enable Your Windows Phone 8 Apps EPUB MOBI PDF Using Windows Azure Mobile Services to Cloud-Enable your Windows Store Apps in C# EPUB MOBI PDF Using Windows Azure Mobile Services to Cloud-Enable Your Windows Store Apps in JavaScript EPUB MOBI PDF Windows Azure and SQL Database Tutorials EPUB MOBI PDF Windows Server A Guide to Claims-Based Identity and Access Control, Second Edition PDF Introducing Windows Server 2012 EPUB MOBI PDF TCP/IP Fundamentals for Microsoft Windows PDF

Posted quarta-feira, 26 de junho de 2013 14:18 by Paleo | with no comments

Usando normas ABNT no Word 2011 para Mac
Hoje vi um amigo tendo dificuldade para instalar o estilo das normas ABNT no seu Word 2011 num MacBook. Eu havia indicado para ele usar a orientação de meu post http://carlosfprocha.com/blogs/paleo/archive/2011/11/07/usando-as-normas-abnt-para-cita-231-245-es-no-word-2010.aspx , ocorre que a pasta onde colocar os arquivos não fica no mesmo lugar no Mac. Então aqui vai a dica para os usuários do Word 2011 no Mac. Descompacte o arquivo Styles.zip que você obteve no site indicado no outro post, para uma pasta em seu computador; Copie os arquivos extraídos; Feche o Word caso ele esteja aberto; Abra Applications ; Acesse a pasta do Microsoft Office; Dê um clique direito em Word.app ou apenas Word caso nas suas configurações esteja definido para ocultar as extensões; Clique em Show Package Contents ; Agora você encontrará uma pasta chamada Contents . Abra esta pasta; Então acesse a pasta Resources ; Abra a pasta Styles ; Cole os estilos que copiou para esta pasta; Inicie o Word , procure pelos estilos e você encontrará lá o ABNT.

Posted quinta-feira, 28 de março de 2013 21:40 by Paleo | 2 comment(s)

Filed under:

ABNT para Word 2013
Algumas coisas mudaram na estrutura de pastas do Word 2010 para o 2013, mas com um pequeno ajuste no arquivo das normas ABNT, você consegue fazer elas serem reconhecidas no Word 2013. Aqui vai o passo-a-passo de como fazer: Faça download dos arquivos com as normas: http://carlosfprocha.com/files/folders/sample_files/entry16597.aspx Copie eles para a pasta C:\Usuários\ nome_do_usuário \AppData\Roaming\Microsoft\Bibliography\Style ; Agora é só usar conforme descrito no seguinte link: Inserindo citações em um documento do Word 2010 Fonte: http://www.bibword.com (Na origem você encontra muitas outras formatações de estilos) Agradecimentos para Yves Dhondt o criador dos arquivos.

Posted sexta-feira, 22 de março de 2013 3:19 by Paleo | 13 comment(s)

Filed under:

Fim do suporte para Windows XP e Office 2003
Amigos, em 8 de Abril de 2014 acaba o suporte, portanto é hora de pensar na migração… Em 2002 a Microsoft introduziu sua Política de Ciclo de Vida de Suporte desenvolvida a partir de comentários e sugestões de clientes, em busca de maior transparência e previsibilidade das opções de suporte dos produtos Microsoft. De acordo com esta política, os produtos da linha Microsoft Business and Developer, incluindo o Windows e o Office, recebem um tempo máximo de 10 anos de suporte (5 anos de Suporte Base e 5 anos de Suporte Estendido), no nível de Service Pack suportado. Mas mais do que fornecer suporte, agregar valor à TI requer inovação. Muitos usuários hoje esperam capacidades de computação que eram inimagináveis em 2001. O acesso de qualquer lugar em múltiplos dispositivos, redes sociais abrangentes e computação em nuvem são apenas alguns exemplos das mudanças ocorridas nos últimos 10 anos. O Windows 7 e o Office 2010 são as versões com as maiores taxas de vendas da história pois foram construídos do zero para atender a estes e outros requisitos modernos. Dito isso, daremos início a finalização do suporte para o Windows XP e Office 2003, com o prazo máximo para 8 de Abril de 2014, oferecendo a nossos clientes mais de 12 anos de suporte do Windows XP e 10 anos de suporte do Office 2003, prazos máximos de suporte já disponibilizados ao mercado. Para saber mais sobre nossa Política de Ciclo de Vida de Suporte Microsoft visite o site da Política de Ciclo de Vida de Suporte Microsoft ou leia as Perguntas Frequentes sobre o Ciclo de Vida de Suporte O que o fim do suporte representa para os clientes? Significa que você deve agir. Após 8 de Abril de 2014, não estarão mais disponíveis atualizações de segurança, hotfixes não relacionados a segurança, opções pagas e gratuitas de suporte direto ou atualizações de conteúdos técnicos online (Obs: os conteúdos online existentes ficarão disponíveis durante a fase de Suporte Online de Auto Ajuda Quais são as opções dos clientes após 8 de Abril de 2014? Atualize-se com o Windows 7/8 e Office 2010. Esta opção é sem dúvida a melhor para manter sua base com suporte. Ela torna mais fácil para você obter os benefícios de se movimentar para a nuvem com o Office 365 e Windows Intune. Ela oferece mais flexibilidade para dar aos seus funcionários a capacidade de serem mais produtivos, enquanto aumenta a eficiência operacional com computadores mais seguros e gerenciáveis. Para saber mais sobre estas possibilidades visite o site de Ambiente de Trabalho Moderno e Flexível Executar softwares sem suporte após 8 de Abril de 2014 Você deve estar ciente dos riscos. Executar software sem suporte significa que você não receberá nenhum suporte público da Microsoft, incluindo novas atualizações de segurança e hotfixes não relacionados a segurança. Isso pode resultar em ataques que colocarão seu negócio e as informações de seus clientes em risco e limitarão suas capacidades de obter o melhor de seus investimentos em TI. Será muito mais difícil de atualizar outros softwares importantes. Um relatório recente do segmento, publicado pela Gartner Research, sugere que “muitos fabricantes independentes de software (ISVs) provavelmente não suportarão novas versões de aplicações rodando no Windows XP em 2011; já em 2012 isso será o mais comum”. E isso também dificulta o acesso a inovações de hardware: a Gartner Research cita que em 2012, muitos fabricantes de computadores encerrarão o suporte ao Windows XP na maioria dos seus modelos de computadores. Veja o artigo Criando um Cronograma de Implantação do Windows 7 e de Descontinuidade do Windows XP SP3, Junho de 2011 Como a Microsoft ajudará seus clientes? A Microsoft oferece para grandes organizações recursos técnicos detalhados, além de ferramentas e orientações de especialistas que facilitam a implantação e o gerenciamento do Windows 7, Internet Explorer 9 e Office 2010. Para saber mais sobre os programas de implantação e migração entre em contato com seu gerente de contas da Microsoft ou o seu Parceiro Certificado Microsoft . Para saber como fazer um piloto e migrar você mesmo para uma estação de trabalho moderna, utilize as ferramentas de implantação da Microsoft abaixo e visite a seção de Windows no TechNet Comece aqui: Entendendo as Ferramentas de Implantação do Windows 7 Windows Automated Installation Kit (AIK) Download Guia Passo a Passo Tutorial Prova de Conceito de Estações de Trabalho - Jumpstart kit Download Guia Passo a Passo Clique aqui e acesse uma ferramenta online que calculará o retorno que sua empresa poderá ter com a adoção do Windows 7: https://roianalyst.alinean.com/msft/AutoLogin.do?d=202102636954012893 Leia também o artigo do IDC: Porque permanecer no Windows XP não é uma boa idéia: http://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=29883

Posted segunda-feira, 18 de março de 2013 14:34 by Paleo | with no comments

Adicionando intervalo no envio de e-mails
Recebi algumas consultas se seria possível adicionar um intervalo no envio dos e-mails de meu post anterior. Sim, claro que é possível, basta inserir este pequeno código nas macros.   Private Declare Sub AppEspera Lib "kernel32" Alias "Sleep" (ByVal dwMilliseconds As Long) Public Sub Pausa(PausaEmSegundos As Long) Call AppEspera(PausaEmSegundos * 1000) End Sub Para chamar ele de se script, adicione o texto abaixo no local onde deseja adicionar a pausa: Pausa 3 ‘ Sendo que o número será a quantidade de segundos que deseja em pausa Na verdade este código serve para adicionar um intervalo na execução de qualquer código, não apenas no envio de e-mails!

Posted sexta-feira, 1 de março de 2013 17:05 by Paleo | 5 comment(s)

Filed under:

Enviando e-mail em massa com anexo e imagens
Tenho recebido dúvidas se seria possível enviar anexos também com o meu script. Parece que muita gente gostaria disso… Pois é, a melhor parte é que além de ser possível, é mega simples! Basta adicionar uma única linha. Veja ela em destaque: Public Sub SepareDrafts()       Dim lDraftItem As Long     Dim myOutlook As Outlook.Application     Dim myNameSpace As Outlook.NameSpace     Dim myFolders As Outlook.Folders     Dim myDraftsFolder As Outlook.MAPIFolder     Dim objMailMessage As Outlook.MailItem     Dim emlBody, sendTo As String     Dim TOs          Set myOutlook = Outlook.Application     Set myNameSpace = myOutlook.GetNamespace("MAPI")     Set myFolders = myNameSpace.Folders     Set myDraftsFolder = myNameSpace.PickFolder          For lDraftItem = myDraftsFolder.Items.Count To 1 Step -1         TOs = Split(myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).To, ";")         For i = 0 To UBound(TOs)             Set objMailMessage = myOutlook.CreateItem(olMailItem)             With objMailMessage                 .BodyFormat = olFormatHTML                 .To = TOs(i)                 .Subject = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).Subject                 .HTMLBody = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).HTMLBody & "<img src='C:\Temp\image001.png'>"                 .Attachments.Add "C:\Temp\faturamento.xlsx"                 .Display                 .Send             End With         Next     Next lDraftItem     Set myDraftsFolder = Nothing     Set myNameSpace = Nothing     Set myOutlook = Nothing   End Sub   Para entender todo o script não deixe de ler os posts anteriores! Enviando individualmente e-mails em massa, com imagem no corpo do e-mail Enviando individualmente e-mails em massa

Posted sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 2:40 by Paleo | 8 comment(s)

Filed under:

Enviando individualmente e-mails em massa, com imagem no corpo do e-mail
Recebi vários questionamentos no meu post anterior ( Enviando individualmente e-mails em massa ), sobre como fazer para alterar o código e adicionar imagens a ele. Pois aquele código foi elaborado para o envio de texto simples, para adicionar imagens precisamos alterá-lo para o envio como HTML. IMPORTANTE: LEIA TUDO ANTES DE EXECUTAR, PARA EVITAR EFEITOS INDESEJADOS. Se possível, não use para SPAM. Realize os mesmos passos descritos na minha postagem anterior, mas utilize o código abaixo, ao invés daquele original. Public Sub SepareDrafts()       Dim lDraftItem As Long     Dim myOutlook As Outlook.Application     Dim myNameSpace As Outlook.NameSpace     Dim myFolders As Outlook.Folders     Dim myDraftsFolder As Outlook.MAPIFolder     Dim objMailMessage As Outlook.MailItem     Dim emlBody, sendTo As String     Dim TOs          Set myOutlook = Outlook.Application     Set myNameSpace = myOutlook.GetNamespace("MAPI")     Set myFolders = myNameSpace.Folders     Set myDraftsFolder = myNameSpace.PickFolder          For lDraftItem = myDraftsFolder.Items.Count To 1 Step -1         TOs = Split(myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).To, ";")         For i = 0 To UBound(TOs)             Set objMailMessage = myOutlook.CreateItem(olMailItem)             With objMailMessage                 .BodyFormat = olFormatHTML                 .To = TOs(i)                 .Subject = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).Subject                 .HTMLBody = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).HTMLBody & "<img src='C:\Imagem\image001.png'>" ‘Lembre de ajustar a parte entre os apóstrofos para o caminho correto de sua imagem                 .Display                 .Send             End With         Next     Next lDraftItem     Set myDraftsFolder = Nothing     Set myNameSpace = Nothing     Set myOutlook = Nothing   End Sub   Todas as explicações sobre o funcionamento estão no post anterior, por isso é importante ler ele antes de executar. Este novo código irá adicionar uma imagem no final do seu texto. Caso deseje adicioná-la no meio dele, você criar o texto inteiro, com as imagens através do código, o que lhe dará a possibilidade de personalizar ainda mais suas mensagens. Antes de usar o código em produção, leia o post anterior ( Enviando individualmente e-mails em massa ), faça um teste para contas de e-mail suas e verifique se o resultado obtido é o que deseja, pois depois de ter enviado o e-mail para seus contatos não adiantará mais ficar insatisfeito!

Posted quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 11:13 by Paleo | 3 comment(s)

Filed under:

Evitando que o Outlook insira DDD nos seus telefones
Muitas vezes quando inserimos um contato novo no Outlook, ele insere automaticamente o código DDD de nossa localidade se não o fizermos explicitamente. Isto ocorre porque você (ou alguém lhe fez esse favor) definiu a sua localidade no Painel de Controle do seu Windows. Como alterar este procedimento? Acesse o Painel de Controle e clique em Telefone e Modem (Phone and Modem Options) Com Minha localidade selecionado clique em Editar Repare que estará selecionado o seu país e informado o código de área Caso você informe apenas 51 como consta da figura e como código para longa distância, por exemplo, 021 , suas chamadas de longa distância funcionarão sem problemas, bem como o envio de mensagens SMS, mas as ligações locais não funcionarão em muitos Smartphones, pois eles não conseguem ligar para o número 51 1234-5678, apenas para o 051 1234-5678. A solução poderia ser adicionar o 0 , mas neste caso se você sair de férias e tentar ligar a partir de outro estado, não funcionará, pois ao adicionar o código de operadora sobrará um 0 . Ex.: 021 051 1234-5678. Como poucos Smartphones são smart o suficiente para gerenciar isso, mas a esmagadora maioria deles suporta que sejam adicionados dígitos, o mais prático a fazer é impedir que o Outlook adicione o código de área aos números de seus contatos, utilizando apenas o que você digitar. A forma de resolver isso é alterando a sua localidade para Serviço Telefônico Gratuito Internacional (International Freephone Service) Repare que automaticamente o código de área fica em branco e a partir de agora você poderá digitar e armazenar seus telefones livremente. Alerta Importante: Repare que ao digitar um número e pressionar Enter ele fica exatamente da forma que digitei Porém, se eu clicar no botão ao lado, neste caso o Comercial e digitar o número na janela que aparecerá, ele automaticamente adicionará um +800 na frente do número. Portanto, tenha muito cuidado com a janela Verificar número de telefone . Caso ela apareça clica em Cancelar e digite o número diretamente na tela dos dados do contato.

Posted quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 13:04 by Paleo | with no comments

Filed under:

Enviando individualmente e-mails em massa
Suponhamos que você deseje enviar exatamente o mesmo e-mail para várias pessoas, de forma automatizada, sem precisar utilizar nenhum software além do próprio Outlook. IMPORTANTE: LEIA TUDO ANTES DE EXECUTAR, PARA EVITAR EFEITOS INDESEJADOS. Se possível, não use para SPAM. Como fazer? Muito simples: Crie uma mensagem nova e insira nela os endereços de todos os destinatários que deseja, com seus e-mails separados por “;”, que já é o padrão do Outlook; Digite um assunto para a mensagem; Digite o corpo do e-mail; Clique em Salvar (ícone de disquete no topo da tela); Pronto sua mensagem será colocada na pasta de Rascunhos; Agora pressione Alt + F11 em seu teclado para abrir o Editor do Visual Basic; Clique em Inserir e depois em Módulo ; Copie o código abaixo e cole ele na área a direita; Public Sub SepareRascunhos() Dim lDraftItem As Long Dim myOutlook As Outlook.Application Dim myNameSpace As Outlook.NameSpace Dim myFolders As Outlook.Folders Dim myDraftsFolder As Outlook.MAPIFolder Dim objMailMessage As Outlook.MailItem Dim emlBody, sendTo As String Dim TOs Set myOutlook = Outlook.Application Set myNameSpace = myOutlook.GetNamespace("MAPI") Set myFolders = myNameSpace.Folders Set myDraftsFolder = myNameSpace.PickFolder For lDraftItem = myDraftsFolder.Items.Count To 1 Step -1 TOs = Split(myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).To, ";") For i = 0 To UBound(TOs) Set objMailMessage = myOutlook.CreateItem(0) With objMailMessage .To = TOs(i) .Body = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).Body .Subject = myDraftsFolder.Items.Item(lDraftItem).Subject .Display .Send End With Next Next lDraftItem Set myDraftsFolder = Nothing Set myNameSpace = Nothing Set myOutlook = Nothing End Sub No Editor do Visual Basic execute a macro clicando no botão de Play; Você será indagado sobre em qual pasta está o rascunho. Escolha a pasta onde o colocou e clique em OK ; O ideal é que tenha apenas uma mensagem lá, como no exemplo, para evitar comportamentos indesejados. Se tiver mais de uma, aconselho a apagar as outras ANTES de executar a macro. Caso não siga esta orientação, não reclamar depois se obtiver resultados indesejados, ; Você deve estar se perguntando: Mas por que a própria macro não pega direto a pasta de rascunhos? Porque você pode gostar tanto desta macro que venha a criar uma pasta específica para um modelo de e-mail e passe a usá-la sempre, liberando desta forma a pasta dos rascunhos; Agora é só conferir nos e-mail enviados e verá que as mensagens foram todas enviadas satisfatoriamente. Antes de usar o código em produção, faça um teste para contas de e-mail suas e verifique se o resultado obtido é o que deseja, pois depois de ter enviado o e-mail para seus contatos não adiantará mais ficar insatisfeito! Observação: Este código é para o envio de mensagens de texto simples (sem anexos, nem imagens no corpo da mensagem), se deseja anexar imagens, verifique meu outro post sobre o mesmo assunto.

Posted quinta-feira, 9 de agosto de 2012 17:52 by Paleo | 34 comment(s)

Filed under:

Destaque na página do Microsoft Answers
Hoje fui acessar a página do Microsoft Answers e que grata surpresa tive ao ver esta tela… Fiquei ainda mais motivado para responder dúvidas! Valeu Answers!

Posted domingo, 5 de agosto de 2012 16:50 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Adicionando o dígito 9 para quem usa o código da operadora
Ontem falando com um amigo, ele me disse que sempre armazenava os telefones com o código da operadora  na frente e que portanto meu código não funcionaria para ele. Pois aqui está o código adaptado para este tipo de cenário. De quebra ele ainda adiciona os parênteses, os espaços e os hifens aos números onde o 9 já havia sido adicionado. Sub AlteraTelefones()   'Autor: Carlos Fernando Paleo da Rocha   Dim objApp As Application   Dim objNS As NameSpace   Dim objFolder As MAPIFolder   Dim objItems As Items   Dim objItem As Object   Dim newTel As String   Set objApp = CreateObject("Outlook.Application")   Set objNS = objApp.GetNamespace("MAPI")   Set objFolder = objNS.PickFolder   If Not objFolder Is Nothing Then     Set objItems = objFolder.Items     For Each objItem In objItems         newTel = LTrim(RTrim(Replace(Replace(Replace(Replace(RTrim(objItem.MobileTelephoneNumber), "(", ""), ")", ""), "-", ""), " ", "")))         Select Case Len(newTel)         Case 10             If Left(newTel, 2) = "11" Then                 objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 2) & ") 9" & Left(Right(newTel, Len(newTel) - 2), 4) & "-" & Right(newTel, 4)                 objItem.Save             End If         Case 11             If Left(newTel, 3) = "011" Then                 objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 3) & ") 9" & Left(Right(newTel, Len(newTel) - 3), 4) & "-" & Right(newTel, 4)                 objItem.Save             ElseIf Left(newTel, 3) = "119" Then                 objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 2) & ") " & Left(Right(newTel, Len(newTel) - 2), 5) & "-" & Right(newTel, 4)                 objItem.Save             End If         Case 12             If Left(newTel, 4) = "0119" Then                 objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 3) & ") " & Left(Right(newTel, Len(newTel) - 3), 5) & "-" & Right(newTel, 4)                 objItem.Save             End If         Case 13             If Right(Left(newTel, 5), 2) = "11" Then                 objItem.MobileTelephoneNumber = Left(newTel, 3) & " (" & Right(Left(newTel, 5), 2) & ") 9" & Left(Right(newTel, Len(newTel) - 5), 4) & "-" & Right(newTel, 4)                 objItem.Save             End If         End Select     Next   End If   Set objItems = Nothing   Set objItem = Nothing   Set objFolder = Nothing   Set objNS = Nothing   Set objApp = Nothing End Sub   Para saber como utilizar este código veja a explicação neste post .

Posted quarta-feira, 1 de agosto de 2012 12:25 by Paleo | 3 comment(s)

Filed under:

Adicionando o dígito 9 aos números do prefixo 011
Recentemente uma resolução da ANATEL determinou que devemos adicionar o dígito 9 a todos números de celulares do prefixo 011. Esta tarefa feita manualmente seria um gigantesco transtorno para quem possui muitos registros, portanto o ideal é usar um script para tanto. Como nem todos sabem criar estes scripts, disponibilizo aqui um para o Outlook 2010 (que também deve funcionar no 97, 2003 e 2011). Detalhe MUITO importante: Este código não funcionará para quem armazena o código da operadora antes do número do telefone! Neste caso use a orientação constante neste post . Como utilizá-lo: Abra o Outlook e pressione Alt + F11 para exibir o Editor do Visual Basic; Nesta tela clique em Inserir e depois em Módulo ; Copie o código abaixo e cole ele na área à direita; Sub AlteraTelefones() 'Autor: Carlos Fernando Paleo da Rocha Dim objApp As Application Dim objNS As NameSpace Dim objFolder As MAPIFolder Dim objItems As Items Dim objItem As Object Dim newTel As String Set objApp = CreateObject("Outlook.Application") Set objNS = objApp.GetNamespace("MAPI") Set objFolder = objNS.PickFolder If Not objFolder Is Nothing Then Set objItems = objFolder.Items For Each objItem In objItems If Len(objItem.MobileTelephoneNumber) = 11 Or Len(objItem.MobileTelephoneNumber) = 10 Then newTel = LTrim(RTrim(Replace(Replace(Replace(Replace(RTrim(objItem.MobileTelephoneNumber), "(", ""), ")", ""), "-", ""), " ", ""))) If Left(newTel, 3) = "011" Then newTel = Left(newTel, 3) & 9 & Right(newTel, Len(newTel) - 3) objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 3) & ") " & Right(newTel, Len(newTel) - 3) objItem.Save ElseIf Left(newTel, 2) = "11" Then newTel = Left(newTel, 2) & 9 & Right(newTel, Len(newTel) - 2) objItem.MobileTelephoneNumber = "(" & Left(newTel, 2) & ") " & Right(newTel, Len(newTel) - 2) objItem.Save End If End If Next End If Set objItems = Nothing Set objItem = Nothing Set objFolder = Nothing Set objNS = Nothing Set objApp = Nothing End Sub Pronto, o processo é super rápido e seus telefones já estarão ajustados. Agora é só sincronizar o celular com o Outlook para ter todos telefones dele corrigidos também!

Posted segunda-feira, 30 de julho de 2012 14:57 by Paleo | 8 comment(s)

Filed under:

Usando o Outlook 2011 para obter e-mails via POP3
Siga os passos a seguir: Abra o Outlook 2011 (versão para Mac); Clique em Accounts e depois em em Email Account; Informe no campo E-mail address a sua conta e em Password a sua senha. Então escolha POP no menu drop-down e o endereço do servidor nos campos Incoming server e Outgoing server . Caso necessite usar uma porta específica, como no exemplo abaixo, selecione a caixa de controle Override default port e informe a porta adequada ao lado do endereço do servidor. Caso necessite de conexão segura, selecione Use SSL to connect (recommended) . Clique em Add Account .

Posted domingo, 29 de julho de 2012 11:17 by Paleo | with no comments

Filed under:

Usando o Clipboard do Excel
Muitas vezes vejo pessoas reclamando que em versões anteriores do Excel tinham acesso direto ao Clipboard e não tem mais na versão atual. Isso causa um transtorno pois se você copia um conjunto de células, desejando replicar seu conteúdo em outras colunas, as cola na primeira coluna e então resolve digitar o título para a próxima coluna, ou realizar qualquer outro tipo de alteração, “perde” a possibilidade de seguir colando aquele texto anteriormente copiado. Pois isto não é verdade! Você pode seguir colando o texto inicial, ou até mesmo os anteriores a ele, tantas vezes quantas desejar, basta que para isto utilize a caixa de diálogo do Clipboard do Excel. Para acessá-la, clique no pequeno ícone na parta inferior à direita da Área de Transferência do Ribbon Então repare que a caixa de diálogo abrirá do lado esquerdo de sua tela, com tua o que você havia copiado anteriormente. Para utilizar qualquer conteúdo que houvesse copiado anteriormente basta clicar nele. Caso deseje remover algo do Clipboard, basta clicar na seta a direita do conteúdo e selecionar Excluir .

Posted sexta-feira, 27 de julho de 2012 17:49 by Paleo | with no comments

Filed under:

Gerando texto no Word
Algumas vezes queremos dar um exemplo de montagem de documento ou formatação e para isso precisamos de textos em um documento, não importando o conteúdo deles. Pois o Word tem uma função exatamente para isso. O texto a ser inserido será: No menu Inserir, as galerias incluem itens que são projetados para corresponder à aparência geral do documento. Você pode usar essas galerias para inserir tabelas, cabeçalhos, rodapés, listas, folhas de rosto e outros blocos de construção do documento. Quando você cria imagens, gráficos ou diagramas, esses elementos também são coordenados com a aparência atual do documento. Você pode alterar facilmente a formatação do texto selecionado no documento escolhendo uma aparência para o texto selecionado na galeria Estilos Rápidos, na guia Página Inicial. Você também pode formatar texto diretamente usando os outros controles na guia Página Inicial. A maioria dos controles oferece uma opção entre usar a aparência do tema atual ou usar um formato que você pode especificar. Para alterar a aparência geral do documento, escolha novos elementos Tema na guia Layout da Página. Para alterar as aparências disponíveis na galeria Estilos Rápidos, use o comando Alterar Conjunto Atual de Estilos Rápidos. As galerias Temas e Estilos Rápidos fornecem comandos de redefinição para que você possa sempre restaurar a aparência do documento ao original contido no modelo atual. No menu Inserir, as galerias incluem itens que são projetados para corresponder à aparência geral do documento. Você pode usar essas galerias para inserir tabelas, cabeçalhos, rodapés, listas, folhas de rosto e outros blocos de construção do documento. Quando você cria imagens, gráficos ou diagramas, esses elementos também são coordenados com a aparência atual do documento. Você pode alterar facilmente a formatação do texto selecionado no documento escolhendo uma aparência para o texto selecionado na galeria Estilos Rápidos, na guia Página Inicial. Você também pode formatar texto diretamente usando os outros controles na guia Página Inicial. A maioria dos controles oferece uma opção entre usar a aparência do tema atual ou usar um formato que você pode especificar. Para alterar a aparência geral do documento, escolha novos elementos Tema na guia Layout da Página. Para alterar as aparências disponíveis na galeria Estilos Rápidos, use o comando Alterar Conjunto Atual de Estilos Rápidos. As galerias Temas e Estilos Rápidos fornecem comandos de redefinição para que você possa sempre restaurar a aparência do documento ao original contido no modelo atual. Agora, como fazer isso? Simples, usando a função aleatório da seguinte forma: =rand(p,f) Onde: rand( ) = informa que deseja usar a função de geração aleatória; p = é a quantidade de parágrafos que deseja gerar; f = a quantidade de frases que deseja por parágrafo. Exemplo: =rand(2,2) Gerará: No menu Inserir, as galerias incluem itens que são projetados para corresponder à aparência geral do documento. Você pode usar essas galerias para inserir tabelas, cabeçalhos, rodapés, listas, folhas de rosto e outros blocos de construção do documento. Quando você cria imagens, gráficos ou diagramas, esses elementos também são coordenados com a aparência atual do documento. Você pode alterar facilmente a formatação do texto selecionado no documento escolhendo uma aparência para o texto selecionado na galeria Estilos Rápidos, na guia Página Inicial.

Posted terça-feira, 12 de junho de 2012 1:21 by Paleo | with no comments

Filed under:

Usando uma lista personalizada no Excel
Suponhamos que você precise utilizar uma lista personalizada para a criação de uma planilha do Excel, por exemplo para a criação de uma escala de trabalho, onde a sequencia de trabalho será sempre a mesma, mas você não deseja ter de digitar os nomes das pessoas a cada vez. O primeiro passo é criar a lista personalizada no Excel seguindo os seguintes passos: Clique em Arquivo e selecione Opções ; Agora clique em Avançado e role a tela da direita até aparecer Editar listas personalizadas . Clique nele; Digite os nomes de sua lista personalizada e clique em Adicionar ; Agora basta voltar à planilha e digitar o primeiro nome, depois clique no sinal de “ + ” no canto inferior direito da célula e arraste para baixo, que os demais nomes serão preenchidos. Pronto, agora sua lista será criada automaticamente e caso alguma pessoa entre ou saia da escala, basta incluir ou excluir o seu nome na lista personalizada, que a funcionalidade permanecerá, mas com os novos nomes.

Posted sábado, 9 de junho de 2012 13:58 by Paleo | with no comments

Filed under:

Livro Grátis
Livro sobre Privacidade e Segurança para usuários do Office 2010, grátis! http://blogs.msdn.com/b/microsoft_press/archive/2012/02/29/free-ebook-security-and-privacy-for-microsoft-office-users.aspx Caso você prefira a versão impressa, aí terá de pagar, mas são apenas US$ 9.99.

Posted sábado, 10 de março de 2012 14:33 by Paleo | with no comments

Filed under:

Usando as Normas ABNT para citações no Word 2010
Recebi uma pergunta sobre como usar o padrão das Normas ABNT para citações no Word. Basicamente há dois caminhos: O difícil: criando o estilo dele no padrão XSL e gravando dentro da pasta " C:\Program Files\Microsoft Office\Office14\Bibliography\Style". Ele é difícil porque o padrão XSL é bem complexo; O fácil: Fazendo o download das bibliotecas de estilos constantes em Bib Word: http://bibword.codeplex.com/ e descompactando o conteúdo do arquivo .zip na pasta citada anteriormente. No Bib Word você encontrará vários estilos, como por exemplo:

Posted segunda-feira, 7 de novembro de 2011 16:13 by Paleo | 19 comment(s)

Filed under:

Office 2010 Starter Edition
A Microsoft lançou o Office Starter 2010 , como uma versão livre, com publicidade . Mas ela tem suas limitações ! Com ele você pode fazer as seguintes coisas: 1.Criar e editar documentos do Word e planilhas do Excel simples; 2.Abrir arquivos existentes do Word e do Excel; 3.Gerenciar um orçamento simples; 4.Escrever cartas; 5.Realizar trabalhos básicos de texto. Com ele você não pode fazer as seguintes coisas: 1.Criar apresentações do PowerPoint; 2.Enviar e-mails e manter o controle de seu calendário com o Outlook; 3.Organizar notas com o OneNote; 4.Usar macros; 5.Modificar a barra de ferramentas; 6.Obter dados externos no Excel; 7.Inserir tabela de conteúdos , notas de rodapé, citações, referências e bibliografia no Word; 8.Remover anúncios . 9. Adicionar comentários e usar o controle de alterações; 10.Analisar dados com tabelas dinâmicas; 11.Criar documentos profissionais com elementos gráficos SmartArt.

Posted segunda-feira, 7 de novembro de 2011 15:43 by Paleo | 10 comment(s)

Filed under:

Inserindo citações em um documento do Word 2010
Quando se está escrevendo um artigo acadêmico é muito comum usar citações ao longo do texto e a forma mais fácil de fazê-lo usando o Word 2010 é através do usa dos recursos de citação do Word, pois além de inserir a citação da forma correta, ela já monta as referências bibliográficas para você. A forma de utilizá-las é muito simples e a descreverei aqui: Quando chegar o momento de inserir uma citação no texto, selecione o menu "Referências" e clique em "Inserir Citação"; Informe todos os dados da referência conforme exemplo abaixo; Sua referência será automaticamente inserida no texto de acordo com o modelo que estiver usando; Execute este procedimento para todas as citações que desejar fazer e ainda terá uma vantagem, para citações repetidas você não precisará digitar mais nada, apenas selecionar o autor desejado; Quando tiver terminado de inserir as citações, basta mandar inserir as referências bibliográficas no local que desejar, clicando em "Bibliografia" e "Inserir Bibliografia"; Pronto, sua bibliografia será apresentada de acordo com o modelo que você selecionou. caso não esteja satisfeito com o modelo utilizado, você pode trocá-lo por outro;

Posted segunda-feira, 7 de novembro de 2011 10:36 by Paleo | 11 comment(s)

Filed under:

Exibindo a faixa de referências no Word
Caso o seu menu de referências não esteja aparecendo, dê um clique com o botão direito do mouse em uma área livre na faixa de opções e selecione “Personalizar a Faixa de Opções”: Selecione a caixa de verificação ao lado de referências que elas irão aparecer: Pronto!

Posted segunda-feira, 7 de novembro de 2011 10:30 by Paleo | 2 comment(s)

Filed under:

Download de múltiplos arquivos via Excel
Neste caso basta informar o dados nas células de uma planilha e ler eles através da macro: Sub DownloadEUnzip() 'Declaração de variáveis Dim FSO, oApp As Object Dim objHttp, DefPath, Arquivo, aUrl, aPasta As String Dim Dados() As Byte Dim Fname As Variant Dim FileNameFolder As Variant Dim iFileNumber As Long For i = 1 To 20 'Parâmetros iniciais (personalizáveis) aUrl = Cells(i, 1).Value aPasta = Cells(i, 2).Value Arquivo = aPasta & Cells(i, 3).Value 'Download do Arquivo Set objHttp = CreateObject("MSXML2.ServerXMLHTTP") objHttp.Open "GET", aUrl, False objHttp.Send If objHttp.Status = "200" Then Dados = objHttp.ResponseBody iFileNumber = FreeFile Open Arquivo For Binary Access Write As #iFileNumber Put #iFileNumber, 1, Dados Close #iFileNumber End If Basta ter informado os URLs na primeira coluna, as pastas onde deve guardar os arquivos na segunda e o nome deles na terceira. É importante salientar que as pastas já devem existir e não podem haver arquivos com o mesmo nome nas pastas. Caso deseje descompactar os arquivos após o download: Sub DownloadEUnzip() 'Declaração de variáveis Dim FSO, oApp As Object Dim objHttp, DefPath, Arquivo, aUrl, aPasta As String Dim Dados() As Byte Dim Fname As Variant Dim FileNameFolder As Variant Dim iFileNumber As Long For i = 1 To 20 'Parâmetros iniciais (personalizáveis) aUrl = Cells(i, 1).Value aPasta = Cells(i, 2).Value Arquivo = aPasta & Cells(i, 3).Value 'Download do Arquivo Set objHttp = CreateObject("MSXML2.ServerXMLHTTP") objHttp.Open "GET", aUrl, False objHttp.Send If objHttp.Status = "200" Then Dados = objHttp.ResponseBody iFileNumber = FreeFile Open Arquivo For Binary Access Write As #iFileNumber Put #iFileNumber, 1, Dados Close #iFileNumber End If 'Descompactação o arquivo If Right(aPasta, 1) <> "\" Then aPasta = aPasta & "\" End If FileNameFolder = aPasta Set oApp = CreateObject("Shell.Application") oApp.Namespace(FileNameFolder).CopyHere oApp.Namespace(Arquivo).items Next End Sub

Posted quarta-feira, 19 de outubro de 2011 17:27 by Paleo | with no comments

Filed under:

Download de arquivos via Excel
Aqui vai uma versão mais genérica do post anterior, para download de arquivos via Excel: Sub DownloadEUnzip() 'Declaração de variáveis Dim FSO, oApp As Object Dim objHttp, DefPath, Arquivo, aUrl, aPasta As String Dim Dados() As Byte Dim Fname As Variant Dim FileNameFolder As Variant Dim iFileNumber As Long 'Parâmetros iniciais (personalizáveis) aUrl = " http://www1.caixa.gov.br/loterias/_arquivos/loterias/D_lotfac.zip " aPasta = "C:\loteria\temp\" Arquivo = aPasta & "D_lotfac.zip" 'Download do Arquivo Set objHttp = CreateObject("MSXML2.ServerXMLHTTP") objHttp.Open "GET", aUrl, False objHttp.Send If objHttp.Status = "200" Then Dados = objHttp.ResponseBody iFileNumber = FreeFile Open Arquivo For Binary Access Write As #iFileNumber Put #iFileNumber, 1, Dados Close #iFileNumber End If End Sub

Posted quarta-feira, 19 de outubro de 2011 17:12 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under:

Efetuando download de arquivo zipado, pelo Excel e descompactando ele
Hoje no forum havia um usuário com esta necessidade, como creio que a resposta que dei para ele será útil para mais gente, posto aqui o código: Sub DownloadEUnzip() Dim FSO, oApp As Object Dim objHttp, DefPath, Arquivo As String Dim Dados() As Byte Dim Fname As Variant Dim FileNameFolder As Variant Dim iFileNumber As Long Set objHttp = CreateObject("MSXML2.ServerXMLHTTP") objHttp.Open "GET", "http://www1.caixa.gov.br/loterias/_arquivos/loterias/D_lotfac.zip", False objHttp.Send DefPath = "C:\Loteria\Temp\" '<<< Altere aqui Arquivo = DefPath & "D_lotfac.zip" If objHttp.Status = "200" Then Dados = objHttp.ResponseBody iFileNumber = FreeFile Open Arquivo For Binary Access Write As #iFileNumber Put #iFileNumber, 1, Dados Close #iFileNumber End If If Right(DefPath, 1) <> "\" Then DefPath = DefPath & "\" End If FileNameFolder = DefPath Set oApp = CreateObject("Shell.Application") oApp.Namespace(FileNameFolder).CopyHere oApp.Namespace("C:\Loteria\Temp\D_lotfac.zip").items End Sub

Posted quarta-feira, 19 de outubro de 2011 17:08 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under:

Abrindo um documento PDF em uma página específica
Suponhamos que você tenha uma biblioteca de documentos PDF em uma pasta compartilhada na sua rede e deseje adicionar um link no seu SharePoint para abrir o documento em uma página específica. Como fazer isso? Simples, basta usar os Open Parameters da Adobe. Adicione um novo link no SharePoint; Aponte ele para o arquivo PDF que deseja abrir; Após o nome do arquivo adicione o parâmetro. Ex.: \\computador\pasta\arquivo.pdf#page=10 (este URL envia você direto para a página 10 do documento). Como funcionam os Open Parameters? Simples, basta adicionar um sustenido ( # ) após o .PDF para informar que usará parâmetros e caso deseje utilizar mais de um parâmetro, adicione-os usando um "e" comercial ( & ). Quais parãmetros posso usar? Capítulo - Ex.: #Chapter2 ; Página - Ex.: #page=3 ; Zoom - Ex.: #Zoom=50 ; Página e múltiplas opções de Zoom - Ex.: #page=3&Zoom=200,250,100 ; Visualização - Ex.: #page=2&view=fitH . Relação completa de parâmetros em: http://wwwimages.adobe.com/www.adobe.com/content/dam/Adobe/en/devnet/acrobat/pdfs/pdf_open_parameters_v9.pdf

Posted sábado, 15 de outubro de 2011 11:22 by Paleo | with no comments

Excluindo/Alterando nomes da lista de auto completar do Outlook
Já vi muita gente reclamando que tem nomes em sua lista de autocompletar que estão errados e toda vez que vai enviar um e-mail, o endereço é completado com aquele destinatário errado, criando um transtorno. Como contornar isso? É realmente bem simples, basta selecionar o endereço errado com as setas de direção e pressionar a tecla delete que o endereço será excluído e nunca mais lhe incomodará. Agora e se você deseja mesmo é ver todos endereços que estão nesta lista? Aqui, neste caso pode exportar a lista para um arquivo de texto e lê-la. Isso ainda não parece muito prático, não é? Seria bem melhor uma tela onde fosse possível ler todos estes e-mail e alterá-los, certo? Pois isto é possível. Para tanto você só precisa de um software gratuíto chamado NK2. Para apenas visualizar os contatos use o NK2View da NirSoft : http://www.nirsoft.net/utils/trans/nk2view_brazilian_portuguese.zip Mas o que fazer se você desejar poder alterar estes dados além de lê-los? Aí é só usar o NK2Edit: Versão de 32-bits: http://www.nirsoft.net/utils/nk2edit_setup.exe Versão de 64-bits (Outlook 2010 de 64-bits): http://www.nirsoft.net/utils/nk2edit-x64.zip

Posted segunda-feira, 26 de setembro de 2011 11:18 by Paleo | 2 comment(s)

Use o Office em seu idioma de preferência
Você adquiriu o Office em um idioma específico, por exemplo em português brasileiro, mas gostaria de poder utilizá-lo em outro idioma, como por exemplo o Filipino ou o Islandês. Para mais informações acesse: http://office.microsoft.com/pt-br/downloads/downloads-do-lip-language-interface-pack-do-office-HA001113350.aspx Atente que se um idioma estiver disponível em um pacote de idiomas ou como uma versão completamente localizada, ele não estará disponível como um LIP (language interface pack). Downloads do LIP (Language Interface Pack) do Office Aplica-se a: Microsoft Excel 2010 , OneNote 2010 , Outlook 2010 , PowerPoint 2010 , Word 2010 , Excel 2007 , Outlook 2007 , PowerPoint 2007 , Word 2007 , Excel 2003 , Outlook 2003 , PowerPoint 2003 , Word 2003

Posted terça-feira, 30 de agosto de 2011 15:50 by Paleo | with no comments

Filed under:

Como migrar mensagens do Mozila Thunderbir para o Outlook
Configure sua(s) conta(s) no Outlook; Cancele o recebimento de mensagens através do Thunderbird; e Inicie as exportações e importações, conforme indicações abaixo. PARA AS MENSAGENS DE E-MAIL Limpe a lixeira do Thunderbird e as mensagens que não são mais importantes. Agora, altere o nível das suas subpastas: todas as pastas devem ter o mesmo nível hierárquico da pasta "Entrada" (embaixo de "Pastas Locais") pois o programa que vai convergir os arquivos não entende a existência de subpastas. Este processo pode demorar, dependendo do tamanho da pasta. No Thunderbird vá até "Ferramentas", "Configurar contas" e "Pastas Locais" Copie o endereço da pasta onde o Thunder salva as suas mensagens (algo como "\\Servidor\E-mail\marina\mail\local folders") Abra a pasta através do Explorer Instale e rode o programa (gratuito) IMAPSize (disponível para download em http://www.broobles.com/imapsize/download.php ). Com ele aberto, vá no menu Tools (Ferramentas em português) e selecione a opção mbox2eml. Então clique no botão "Select mbox file to convert" e localize os arquivos do Thunderbird naquela pasta de armazenamento que você já encontrou. Para isso, no campo "Files of type" (Arquivos do tipo), você deve selecionar "All files" (todos os tipos), caso contrário os documentos mbox não irão aparecer, pois eles não têm extensão. Depois, você também precisa determinar (no campo de texto na parte de baixo da janela) em qual pasta quer salvar as mensagens convertidas – não precisa ser nenhuma específica, você só precisa se lembrar de onde vai salvar (escolha algo como "C:\e-mails_thunderbird"), clicando no botão "..." (três pontinhos mesmo). Abra o Outlook Express, recrie as pastas que deseja (com o mesmo nome ou outro que desejar) e arraste suas pastas já convertidas do Thunderbird para essas novas, vazias, que acabou de criar no Outlook Express. Clique em "Arquivo", "Exportar", "Mensagens"; e avance, até que encontre o radio button "Pastas Selecionadas". Selecione as pastas que deseja exportar. NOTA: Outlook Express não lhe pergunta onde salvar sua 'exportação', uma vez que usa a mesma pasta de armazenamento que o MS Outlook. Abra o MS Outlook. As pastas que você exportou já aparecerão embaixo do diretório "Pastas Particulares". Pronto! PARA O CALENDÁRIO (AGENDA) Abrir no Thunderbird o "Calendário" "Arquivo" "Exportar Calendário" Selecionar o Calendário a Exportar - NOTA: Parece um checkbox, mas não é; basta selecionar o nome do calendário. Digitar o nome do arquivo Escolher tipo "iCalendar (.ics)" Pronto! PARA O CATÁLOGO (CONTATOS) Abrir no Thunderbird o "Catálogo" "Ferramentas" "Exportar" Digitar o nome do arquivo Escolher tipo "Separado por vírgulas" No Outlook, vá em "Arquivo" "Importar e Exportar" "Importar de outro programa ou arquivo" "Valores Separados por Vírgulas (Windows)" - NOTA: é a ultima opção NOTA: Avança-se até chegar ao menu "Selecione a pasta de destino:". Selecionar "Contatos" Verificar se está correto e selecionar o arquivo a importar Clicar "Mapear campos personalizados" - NOTA: esta opção é muito importante: é ela que dirá que o campo "celular" do Thunderbird vai se chamar "telefone celular" no Outlook. Clicar em "Concluir" Pronto! Fonte: http://pt.wikihow.com/Como-Migrar-Do-Thunderbrid-Para-O-Microsoft-Outlook

Posted quarta-feira, 17 de agosto de 2011 17:07 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under:

Lista de funções em Português de Portugal
Atendendo a pedidos, aqui está a lista em português de Portugal: English Portugese/Português ABS ABS ACCRINT JUROSACUM ACCRINTM JUROSACUMV ACOS ACOS ACOSH ACOSH ADDRESS ENDEREÇO AMORDEGRC AMORDEGRC AMORLINC AMORLINC AND E AREAS ÁREAS ASC ASC ASIN ASEN ASINH ASENH ATAN ATAN ATAN2 ATAN2 ATANH ATANH AVEDEV DESV.MÉDIO AVERAGE MÉDIA AVERAGEA MÉDIAA BAHTTEXT TEXTO.BAHT BESSELI BESSELI BESSELJ BESSELJ BESSELK BESSELK BESSELY BESSELY BETA.DIST DIST.BETA BETA.INV INV.BETA BETADIST DISTBETA BETAINV BETA.ACUM.INV BIN2DEC BINADEC BIN2HEX BINAHEX BIN2OCT BINAOCT BINOM.DIST DISTR.BINOM BINOM.INV INV.BINOM BINOMDIST DISTRBINOM CALL CHAMAR CEILING ARRED.EXCESSO CELL CÉL CHAR CARÁCT CHIDIST DIST.CHI CHIINV INV.CHI CHISQ.DIST.RT DIST.CHIQ.DIR CHISQ.INV.RT INV.CHIQ.DIR CHISQ.TEST TESTE.CHIQ CHITEST TESTE.CHI CHOOSE SELECCIONAR CLEAN LIMPARB CODE CÓDIGO COLUMN COL COLUMNS COLS COMBIN COMBIN COMPLEX COMPLEXO CONCATENATE CONCATENAR CONFIDENCE INT.CONFIANÇA CONFIDENCE.NORM INT.CONFIANÇA.NORM CONVERT CONVERTER CORREL CORREL COS COS COSH COSH COUNT CONTAR COUNTA CONTAR.VAL COUNTBLANK CONTAR.VAZIO COUNTIF CONTAR.SE COUPDAYBS CUPDIASINLIQ COUPDAYS CUPDIAS COUPDAYSNC CUPDIASPRÓX COUPNCD CUPDATAPRÓX COUPNUM CUPNÚM COUPPCD CUPDATAANT COVAR COVAR COVARIANCE.P COVARIÂNCIA.P CRITBINOM CRIT.BINOM CUMIPMT PGTOJURACUM CUMPRINC PGTOCAPACUM DATE DATA DATEVALUE DATA.VALOR DAVERAGE BDMÉDIA DAY DIA DAYS360 DIAS360 DB BD DCOUNT BDCONTAR DCOUNTA BDCONTAR.VAL DDB BDD DEC2BIN DECABIN DEC2HEX DECAHEX DEC2OCT DECAOCT DEGREES GRAUS DELTA DELTA DEVSQ DESVQ DGET BDOBTER DISC DESC DMAX BDMÁX DMIN BDMÍN DOLLAR MOEDA DOLLARDE MOEDADEC DOLLARFR MOEDAFRA DPRODUCT BDMULTIPL DSTDEV BDDESVPAD DSTDEVP BDDESVPADP DSUM BDSOMA DURATION DURAÇÃO DVAR BDVAR DVARP BDVARP EDATE DATAM EFFECT EFECTIVA EOMONTH FIMMÊS ERF FUNCERRO ERF.PRECISE FUNCERRO.PRECISO ERFC FUNCERROCOMPL ERFC.PRECISE FUNCERROCOMPL.PRECISO ERROR.TYPE TIPO.ERRO EUROCONVERT EUROCONVERT EVEN PAR EXACT EXACTO EXP EXP EXPON.DIST DIST.EXPON EXPONDIST DISTEXPON F.DIST.RT DIST.F.DIR F.INV.RT INV.F.DIR F.TEST TESTE.F FACT FACTORIAL FACTDOUBLE FACTDUPLO FALSO FALSO FDIST DISTF FIND, FINDB LOCALIZAR, LOCALIZARB FINV INVF FISHER FISHER FISHERINV FISHERINV FIXED FIXO FLOOR ARRED.DEFEITO FORECAST PREVISÃO FREQUENCY FREQUÊNCIA FTEST TESTEF FV VF FVSCHEDULE VFPLANO GAMMA.DIST DIST.GAMA GAMMA.INV INV.GAMA GAMMADIST DISTGAMA GAMMAINV INVGAMA GAMMALN LNGAMA GAMMALN.PRECISE LNGAMA.PRECISO GCD MDC GEOMEAN MÉDIA.GEOMÉTRICA GESTEP DEGRAU GETPIVOTDATA OBTERDADOSDIN GROWTH CRESCIMENTO HARMEAN MÉDIA.HARMÓNICA HEX2BIN HEXABIN HEX2DEC HEXADEC HEX2OCT HEXAOCT HLOOKUP PROCH HOUR HORA HYPERLINK HIPERLIGAÇÃO HYPGEOM.DIST DIST.HIPGEOM HYPGEOMDIST DIST.HIPERGEOM IF SE IMABS IMABS IMAGINARY IMAGINÁRIO IMARGUMENT IMARG IMCONJUGATE IMCONJ IMCOS IMCOS IMDIV IMDIV IMEXP IMEXP IMLN IMLN IMLOG10 IMLOG10 IMLOG2 IMLOG2 IMPOWER IMPOT IMPRODUCT IMPROD IMREAL IMREAL IMSIN IMSENO IMSQRT IMRAIZ IMSUB IMSUBTR IMSUM IMSOMA INDEX ÍNDICE INDIRECT INDIRECTO INFO INFORMAÇÃO INT INT INTERCEPT INTERCEPTAR INTRATE TAXAJUROS IPMT IPGTO IRR TIR ISODD ÉÍMPAR ISPMT É.PGTO ISTEXT ÉPAR JIS JIS KURT CURT LARGE MAIOR LCM MMC LEFT, LEFTB ESQUERDA, ESQUERDAB LEN, LENB NÚM.CARACT, NÚM.CARACTB LINEST PROJ.LIN LN LN LOG LOG LOG10 LOG10 LOGEST PROJ.LOG LOGINV INVLOG LOGNORM.DIST DIST.NORMLOG LOGNORM.INV INV.NORMALLOG LOGNORMDIST DIST.NORMALLOG LOOKUP PROC LOWER MINÚSCULAS MATCH CORRESP MAX MÁXIMO MAXA MÁXIMOA MDETERM MATRIZ.DETERM MDURATION MDURAÇÃO MEDIAN MED MID, MIDB SEG.TEXTO, SEG.TEXTOB MIN MÍNIMO MINA MÍNIMOA MINUTE MINUTO MINVERSE MATRIZ.INVERSA MIRR MTIR MMULT MATRIZ.MULT MOD RESTO MODE MODA MODE.SNGL MODO.SIMPLES MONTH MÊS MROUND MARRED MULTINOMIAL POLINOMIAL N N NA ND NEGBINOM.DIST DIST.BINOM.NEG NEGBINOMDIST DIST.BIN.NEG NETWORKDAYS DIATRABALHOTOTAL NOMINAL NOMINAL NORM.DIST DIST.NORMAL NORM.INV INV.NORMAL NORM.S.DIST DIST.S.NORM NORM.S.INV INV.S.NORM NORMDIST DIST.NORM NORMINV INV.NORM NORMSDIST DIST.NORMP NORMSINV INV.NORMP NOT NÃO NOW AGORA NPER NPER NPV VAL OCT2BIN OCTABIN OCT2DEC OCTADEC OCT2HEX OCTAHEX ODD ÍMPAR ODDFPRICE PREÇOPRIMINC ODDFYIELD LUCROPRIMINC ODDLPRICE PREÇOÚLTINC ODDLYIELD LUCROÚLTINC OFFSET DESLOCAMENTO OR OU PEARSON PEARSON PERCENTILE PERCENTIL PERCENTILE.INC PERCENTIL.INC PERCENTRANK ORDEM.PERCENTUAL PERCENTRANK.INC ORDEM.PERCENTUAL.INC PERMUT PERMUTAR PHONETIC FONÉTICA PI PI PMT PGTO POISSON POISSON POISSON.DIST DIST.POISSON POWER POTÊNCIA PPMT PPGTO PRICE PREÇO PRICEDISC PREÇODESC PRICEMAT PREÇOVENC PROB PROB PRODUCT PRODUTO PROPER INICIAL.MAIÚSCULA PV VA QUARTILE QUARTIL QUARTILE.INC QUARTIL.INC QUOTIENT QUOCIENTE RADIANS RADIANOS RAND ALEATÓRIO RANDBETWEEN ALEATÓRIOENTRE RANK ORDEM RANK.EQ ORDEM.EQ RATE TAXA RECEIVED RECEBER REGISTER.ID REGISTO.ID REPLACE, REPLACEB SUBSTITUIR, SUBSTITUIRB REPT REPETIR RIGHT, RIGHTB DIREITA, DIREITAB ROMAN ROMANO ROUND ARRED ROUNDDOWN ARRED.PARA.BAIXO ROUNDUP ARRED.PARA.CIMA ROW LIN ROWS LINS RSQ RQUAD RTD RTD SEARCH, SEARCHB PROCURAR, PROCURARB SECOND SEGUNDO SERIESSUM SOMASÉRIE SIGN SINAL SIN SEN SINH SENH SKEW DISTORÇÃO SLN AMORT SLOPE DECLIVE SMALL MENOR SQL.REQUEST SQL.REQUEST SQRT RAIZQ SQRTPI RAIZPI STANDARDIZE NORMALIZAR STDEV DESVPAD STDEV.P DESVPAD.P STDEV.S DESVPAD.S STDEVA DESVPADA STDEVP DESVPADP STDEVPA DESVPADPA STEYX EPADYX SUBSTITUTE SUBST SUBTOTAL SUBTOTAL SUM SOMA SUMIF SOMA.SE SUMPRODUCT SOMARPRODUTO SUMSQ SOMARQUAD SUMX2MY2 SOMAX2DY2 SUMX2PY2 SOMAX2SY2 SUMXMY2 SOMAXMY2 SYD AMORTD T T T.DIST.2T DIST.T.2C T.DIST.RT DIST.T.DIR T.INV.2T INV.T.2C T.TEST TESTE.T TAN TAN TANH TANH TBILLEQ OTN TBILLPRICE OTNVALOR TBILLYIELD OTNLUCRO TDIST DISTT TEXT TEXTO TIME TEMPO TIMEVALUE VALOR.TEMPO TINV INVT TODAY HOJE TRANSPOSE TRANSPOR TREND TENDÊNCIA TRIM COMPACTAR TRIMMEAN MÉDIA.INTERNA VERDADEIRO VERDADEIRO TRUNC TRUNCAR TTEST TESTET TYPE TIPO UPPER MAIÚSCULAS VALUE VALOR VAR VAR VAR.P VAR.P VAR.S VAR.S VARA VARA VARP VARP VARPA VARPA VDB BDV VLOOKUP PROCV WEEKDAY DIA.SEMANA WEEKNUM NÚMSEMANA WEIBULL WEIBULL WEIBULL.DIST DIST.WEIBULL WORKDAY DIATRABALHO XIRR XTIR XNPV XVAL YEAR ANO YEARFRAC FRACÇÃOANO YIELD LUCRO YIELDDISC LUCRODESC YIELDMAT LUCROVENC Z.TEST TESTE.Z ZTEST TESTEZ

Posted quinta-feira, 11 de agosto de 2011 11:48 by Paleo | with no comments

Filed under:

Equivalência de nomes de funções
Muitas pessoas reclamam ao encontrarem soluções em inglês para seus problemas em planilhas, uma vez que suas versões estão em português e não conhecem a equivalência, pois abaixo segue uma tabela com a equivalência. Função Function Descrição Funções Suplemento e Automação Add-in and Automation functions CHAMAR CALL Chama um procedimento em uma biblioteca de vínculo dinâmico ou recurso de código CONVERTEREURO EUROCONVERT Converte um número em euros, converte um número de euros em uma moeda de um membro do euro ou converte um número de uma moeda de um membro do euro em outra moeda usando o euro como intermediário (triangulação) INFODADOSTABELADINÂMICA GETPIVOTDATA Retorna os dados armazenados em um relatório de tabela dinâmica IDENT.REGISTRO REGISTER.ID Retorna a identificação de registro da DLL (biblioteca de vínculo dinâmico) especificada ou o recurso de código anteriormente registrado SQL.REQUERER SQL.REQUEST Conecta com uma fonte de dados externa e executa uma consulta a partir de uma planilha, para em seguida apresentar o resultado como uma matriz, sem a necessidade de programação de macro Funções de Cubo Cube functions MEMBROKPICUBO CUBEKPIMEMBER Retorna o nome de um KPI (indicador de desempenho-chave), uma propriedade e uma medida e exibe o nome e a propriedade na célula. Um KPI é uma medida quantificável, como o lucro bruto mensal ou a rotatividade trimestral dos funcionários, usada para monitorar o desempenho de uma organização. MEMBROCUBO CUBEMEMBER Retorna um membro ou tupla em uma hierarquia de cubo. Use para validar se o membro ou tupla existe no cubo. PROPRIEDADEMEMBROCUBO CUBEMEMBERPROPERTY Retorna o valor da propriedade de um membro no cubo. Usada para validar a existência do nome do membro no cubo e para retornar a propriedade especificada para esse membro. MEMBROCLASSIFICADOCUBO CUBERANKEDMEMBER Retorna o enésimo membro, ou o membro ordenado, em um conjunto. Use para retornar um ou mais elementos em um conjunto, assim como o melhor vendedor ou os dez melhores alunos. CONJUNTOCUBO CUBESET Define um conjunto calculado de membros ou tuplas enviando uma expressão do conjunto para o cubo no servidor, que cria o conjunto e o retorna para o Microsoft Office Excel. CONTAGEMCONJUNTOCUBO CUBESETCOUNT Retorna o número de itens em um conjunto. VALORCUBO CUBEVALUE Retorna um valor agregado de um cubo. Funções de banco de dados Database functions BDMÉDIA DAVERAGE Retorna a média das entradas selecionadas de um banco de dados BDCONTAR DCOUNT Conta as células que contêm números em um banco de dados BDCONTARA DCOUNTA Conta células não vazias em um banco de dados BDEXTRAIR DGET Extrai de um banco de dados um único registro que corresponde a um critério específico BDMÁX DMAX Retorna o valor máximo de entradas selecionadas de um banco de dados BDMÍN DMIN Retorna o valor mínimo de entradas selecionadas de um banco de dados BDMULTIPL DPRODUCT Multiplica os valores em um campo específico de registros que correspondem ao critério em um banco de dados BDEST DSTDEV Estima o desvio padrão com base em uma amostra de entradas selecionadas de um banco de dados BDDESVPA DSTDEVP Calcula o desvio padrão com base na população inteira de entradas selecionadas de um banco de dados BDSOMA DSUM Adiciona os números à coluna de campos de registros do banco de dados que correspondem ao critério BDVAREST DVAR Estima a variância com base em uma amostra de entradas selecionadas de um banco de dados BDVARP DVARP Calcula a variância com base na população inteira de entradas selecionadas de um banco de dados Funções de data e hora Date and time functions DATA DATE Retorna o número de série de uma data específica DATA.VALOR DATEVALUE Converte uma data na forma de texto para um número de série DIA DAY Converte um número de série em um dia do mês DIAS360 DAYS360 Calcula o número de dias entre duas datas com base em um ano de 360 dias DATAM EDATE Retorna o número de série da data que é o número indicado de meses antes ou depois da data inicial FIMMÊS EOMONTH Retorna o número de série do último dia do mês antes ou depois de um número especificado de meses HORA HOUR Converte um número de série em uma hora MINUTO MINUTE Converte um número de série em um minuto MÊS MONTH Converte um número de série em um mês DIATRABALHOTOTAL NETWORKDAYS Retorna o número de dias úteis inteiros entre duas datas AGORA NOW Retorna o número de série seqüencial da data e hora atuais SEGUNDO SECOND Converte um número de série em um segundo HORA TIME Retorna o número de série de uma hora específica VALOR.TEMPO TIMEVALUE Converte um horário na forma de texto para um número de série HOJE TODAY Retorna o número de série da data de hoje DIA.DA.SEMANA WEEKDAY Converte um número de série em um dia da semana NÚMSEMANA WEEKNUM Converte um número de série em um número que representa onde a semana cai numericamente em um ano DIATRABALHO WORKDAY Retorna o número de série da data antes ou depois de um número específico de dias úteis ANO YEAR Converte um número de série em um ano FRAÇÃOANO YEARFRAC Retorna a fração do ano que representa o número de dias entre data_inicial e data_final Funções de engenharia Engineering functions BESSELI BESSELI Retorna a função de Bessel In(x) modificada BESSELJ BESSELJ Retorna a função de Bessel Jn(x) BESSELK BESSELK Retorna a função de Bessel Kn(x) modificada BESSELY BESSELY Retorna a função de Bessel Yn(x) BIN2DEC BIN2DEC Converte um número binário em decimal BIN2HEX BIN2HEX Converte um número binário em hexadecimal BIN2OCT BIN2OCT Converte um número binário em octal COMPLEX COMPLEX Converte coeficientes reais e imaginários e um número complexo CONVERTER CONVERT Converte um número de um sistema de medida para outro DECABIN DEC2BIN Converte um número decimal em binário DECAHEX DEC2HEX Converte um número decimal em hexadecimal DECAOCT DEC2OCT Converte um número decimal em octal DELTA DELTA Testa se dois valores são iguais FUNERRO ERF Retorna a função de erro FUNERROCOMPL ERFC Retorna a função de erro complementar DEGRAU GESTEP Testa se um número é maior do que um valor limite HEXABIN HEX2BIN Converte um número hexadecimal em binário HEXADEC HEX2DEC Converte um número hexadecimal em decimal HEXAOCT HEX2OCT Converte um número hexadecimal em octal IMABS IMABS Retorna o valor absoluto (módulo) de um número complexo IMAGINÁRIO IMAGINARY Retorna o coeficiente imaginário de um número complexo IMARG IMARGUMENT Retorna o argumento teta, um ângulo expresso em radianos IMCONJ IMCONJUGATE Retorna o conjugado complexo de um número complexo IMCOS IMCOS Retorna o cosseno de um número complexo IMDIV IMDIV Retorna o quociente de dois números complexos IMEXP IMEXP Retorna o exponencial de um número complexo IMLN IMLN Retorna o logaritmo natural de um número complexo IMLOG10 IMLOG10 Retorna o logaritmo de base 10 de um número complexo IMLOG2 IMLOG2 Retorna o logaritmo de base 2 de um número complexo IMPOT IMPOWER Retorna um número complexo elevado a uma potência inteira IMPROD IMPRODUCT Retorna o produto de números complexos IMREAL IMREAL Retorna o coeficiente real de um número complexo IMSENO IMSIN Retorna o seno de um número complexo IMRAIZ IMSQRT Retorna a raiz quadrada de um número complexo IMSUBTR IMSUB Retorna a diferença entre dois números complexos IMSOMA IMSUM Retorna a soma de números complexos OCTABIN OCT2BIN Converte um número octal em binário OCTADEC OCT2DEC Converte um número octal em decimal OCTAHEX OCT2HEX Converte um número octal em hexadecimal Funções financeiras Financial functions JUROSACUM ACCRINT Retorna a taxa de juros acumulados de um título que paga uma taxa periódica de juros JUROSACUMV ACCRINTM Retorna os juros acumulados de um título que paga juros no vencimento AMORDEGRC AMORDEGRC Retorna a depreciação para cada período contábil usando o coeficiente de depreciação AMORLINC AMORLINC Retorna a depreciação para cada período contábil CUPDIASINLIQ COUPDAYBS Retorna o número de dias do início do período de cupom até a data de liquidação CUPDIAS COUPDAYS Retorna o número de dias no período de cupom que contém a data de quitação CUPDIASPRÓX COUPDAYSNC Retorna o número de dias da data de liquidação até a data do próximo cupom CUPDATAPRÓX COUPNCD Retorna a próxima data de cupom após a data de quitação CUPNÚM COUPNUM Retorna o número de cupons pagáveis entre as datas de quitação e vencimento CUPDATAANT COUPPCD Retorna a data de cupom anterior à data de quitação PGTOJURACUM CUMIPMT Retorna os juros acumulados pagos entre dois períodos PGTOCAPACUM CUMPRINC Retorna o capital acumulado pago sobre um empréstimo entre dois períodos BD DB Retorna a depreciação de um ativo para um período especificado, usando o método de balanço de declínio fixo BDD DDB Retorna a depreciação de um ativo com relação a um período especificado usando o método de saldos decrescentes duplos ou qualquer outro método especificado por você DESC DISC Retorna a taxa de desconto de um título MOEDADEC DOLLARDE Converte um preço em formato de moeda, na forma fracionária, em um preço na forma decimal MOEDAFRA DOLLARFR Converte um preço, apresentado na forma decimal, em um preço apresentado na forma fracionária DURAÇÃO DURATION Retorna a duração anual de um título com pagamentos de juros periódicos EFETIVA EFFECT Retorna a taxa de juros anual efetiva VF FV Retorna o valor futuro de um investimento VFPLANO FVSCHEDULE Retorna o valor futuro de um capital inicial após a aplicação de uma série de taxas de juros compostas TAXAJUROS INTRATE Retorna a taxa de juros de um título totalmente investido IPGTO IPMT Retorna o pagamento de juros para um investimento em um determinado período TIR IRR Retorna a taxa interna de retorno de uma série de fluxos de caixa ÉPGTO ISPMT Calcula os juros pagos durante um período específico de um investimento MDURAÇÃO MDURATION Retorna a duração de Macauley modificada para um título com um valor de paridade equivalente a R$ 100 MTIR MIRR Calcula a taxa interna de retorno em que fluxos de caixa positivos e negativos são financiados com diferentes taxas NOMINAL NOMINAL Retorna a taxa de juros nominal anual NPER NPER Retorna o número de períodos de um investimento VPL NPV Retorna o valor líquido atual de um investimento com base em uma série de fluxos de caixa periódicos e em uma taxa de desconto PREÇOPRIMINC ODDFPRICE Retorna o preço por R$ 100 de valor nominal de um título com um primeiro período indefinido LUCROPRIMINC ODDFYIELD Retorna o rendimento de um título com um primeiro período indefinido PREÇOÚLTINC ODDLPRICE Retorna o preço por R$ 100 de valor nominal de um título com um último período de cupom indefinido LUCROÚLTINC ODDLYIELD Retorna o rendimento de um título com um último período indefinido PGTO PMT Retorna o pagamento periódico de uma anuidade PPGTO PPMT Retorna o pagamento de capital para determinado período de investimento PREÇO PRICE Retorna a preço por R$ 100,00 de valor nominal de um título que paga juros periódicos PREÇODESC PRICEDISC Retorna o preço por R$ 100,00 de valor nominal de um título descontado PREÇOVENC PRICEMAT Retorna o preço por R$ 100,00 de valor nominal de um título que paga juros no vencimento VP PV Retorna o valor presente de um investimento TAXA RATE Retorna a taxa de juros por período de uma anuidade RECEBER RECEIVED Retorna a quantia recebida no vencimento de um título totalmente investido DPD SLN Retorna a depreciação em linha reta de um ativo durante um período SDA SYD Retorna a depreciação dos dígitos da soma dos anos de um ativo para um período especificado OTN TBILLEQ Retorna o rendimento de um título equivalente a uma obrigação do Tesouro OTNVALOR TBILLPRICE Retorna o preço por R$ 100,00 de valor nominal de uma obrigação do Tesouro OTNLUCRO TBILLYIELD Retorna o rendimento de uma obrigação do Tesouro BDV VDB Retorna a depreciação de um ativo para um período especificado ou parcial usando um método de balanço declinante XTIR XIRR Fornece a taxa interna de retorno para um programa de fluxos de caixa que não é necessariamente periódico XVPL XNPV Retorna o valor presente líquido de um programa de fluxos de caixa que não é necessariamente periódico LUCRO YIELD Retorna o lucro de um título que paga juros periódicos LUCRODESC YIELDDISC Retorna o rendimento anual de um título descontado. Por exemplo, uma obrigação do Tesouro LUCROVENC YIELDMAT Retorna o lucro anual de um título que paga juros no vencimento Funções de informação Information functions CÉL CELL Retorna informações sobre formatação, localização ou conteúdo de uma célula TIPO.ERRO ERROR.TYPE Retorna um número correspondente a um tipo de erro INFORMAÇÃO INFO Retorna informações sobre o ambiente operacional atual ÉCÉL.VAZIA ISBLANK Retorna VERDADEIRO se o valor for vazio ÉERRO ISERR Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor de erro diferente de #N/D ÉERROS ISERROR Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor de erro ÉPAR ISEVEN Retorna VERDADEIRO se o número for par ÉLÓGICO ISLOGICAL Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor lógico É.NÃO.DISP ISNA Retorna VERDADEIRO se o valor for o valor de erro #N/D É.NÃO.TEXTO ISNONTEXT Retorna VERDADEIRO se o valor for diferente de texto ÉNÚM ISNUMBER Retorna VERDADEIRO se o valor for um número ÉIMPAR ISODD Retorna VERDADEIRO se o número for ímpar ÉREF ISREF Retorna VERDADEIRO se o valor for uma referência ÉTEXTO ISTEXT Retorna VERDADEIRO se o valor for texto N N Retorna um valor convertido em um número NÃO.DISP NA Retorna o valor de erro #N/D TIPO TYPE Retorna um número indicando o tipo de dados de um valor Funções lógicas Logical functions E AND Retorna VERDADEIRO se todos os seus argumentos forem VERDADEIROS FALSO FALSE Retorna o valor lógico FALSO SE IF Especifica um teste lógico a ser executado SEERRO IFERROR Retornará um valor que você especifica se uma fórmula for avaliada para um erro; do contrário, retornará o resultado da fórmula NÃO NOT Inverte o valor lógico do argumento OU OR Retorna VERDADEIRO se um dos argumentos for VERDADEIRO VERDADEIRO TRUE Retorna o valor lógico VERDADEIRO Funções de pesquisa e referência Lookup and reference functions ENDEREÇO ADDRESS Retorna uma referência como texto para uma única célula em uma planilha ÁREAS AREAS Retorna o número de áreas em uma referência ESCOLHER CHOOSE Escolhe um valor a partir de uma lista de valores COL COLUMN Retorna o número da coluna de uma referência COLS COLUMNS Retorna o número de colunas em uma referência PROCH HLOOKUP Procura na linha superior de uma matriz e retorna o valor da célula especificada HYPERLINK HYPERLINK Cria um atalho ou salto que abre um documento armazenado em um servidor de rede, uma intranet ou na Internet ÍNDICE INDEX Usa um índice para escolher um valor de uma referência ou matriz INDIRETO INDIRECT Retorna uma referência indicada por um valor de texto PROC LOOKUP Procura valores em um vetor ou em uma matriz CORRESP MATCH Procura valores em uma referência ou em uma matriz DESLOC OFFSET Retorna um deslocamento de referência com base em uma determinada referência LIN ROW Retorna o número da linha de uma referência LINS ROWS Retorna o número de linhas em uma referência RTD RTD Recupera dados em tempo real de um programa que ofereça suporte a automação COM (automação: uma forma de trabalhar com objetos de um aplicativo a partir de outro aplicativo ou ferramenta de desenvolvimento. Chamada inicialmente de automação OLE, a automação é um padrão industrial e um recurso do modelo de objeto componente (COM).) TRANSPOR TRANSPOSE Retorna a transposição de uma matriz PROCV VLOOKUP Procura na primeira coluna de uma matriz e move ao longo da linha para retornar o valor de uma célula Funções matemáticas e trigonométricas Math and trigonometry functions ABS ABS Retorna o valor absoluto de um número ACOS ACOS Retorna o arco cosseno de um número ACOSH ACOSH Retorna o cosseno hiperbólico inverso de um número ASEN ASIN Retorna o arco seno de um número ASENH ASINH Retorna o seno hiperbólico inverso de um número ATAN ATAN Retorna o arco tangente de um número ATAN2 ATAN2 Retorna o arco tangente das coordenadas x e y especificadas ATANH ATANH Retorna a tangente hiperbólica inversa de um número TETO CEILING Arredonda um número para o inteiro mais próximo ou para o múltiplo mais próximo de significância COMBIN COMBIN Retorna o número de combinações de um determinado número de objetos COS COS Retorna o cosseno de um número COSH COSH Retorna o cosseno hiperbólico de um número GRAUS DEGREES Converte radianos em graus PAR EVEN Arredonda um número para cima até o inteiro par mais próximo EXP EXP Retorna e elevado à potência de um número especificado FATORIAL FACT Retorna o fatorial de um número FATDUPLO FACTDOUBLE Retorna o fatorial duplo de um número ARREDMULTB FLOOR Arredonda um número para baixo até zero MDC GCD Retorna o máximo divisor comum INT INT Arredonda um número para baixo até o número inteiro mais próximo MMC LCM Retorna o mínimo múltiplo comum LN LN Retorna o logaritmo natural de um número LOG LOG Retorna o logaritmo de um número de uma base especificada LOG10 LOG10 Retorna o logaritmo de base 10 de um número MATRIZ.DETERM MDETERM Retorna o determinante de uma matriz de uma variável do tipo matriz MATRIZ.INVERSO MINVERSE Retorna a matriz inversa de uma matriz MATRIZ.MULT MMULT Retorna o produto de duas matrizes Resto MOD Retorna o resto da divisão MARRED MROUND Retorna um número arredondado ao múltiplo desejado MULTINOMIAL MULTINOMIAL Retorna o multinomial de um conjunto de números ÍMPAR ODD Arredonda um número para cima até o inteiro ímpar mais próximo PI PI Retorna o valor de Pi POTÊNCIA POWER Fornece o resultado de um número elevado a uma potência MULT PRODUCT Multiplica seus argumentos QUOCIENTE QUOTIENT Retorna a parte inteira de uma divisão RADIANOS RADIANS Converte graus em radianos ALEATÓRIO RAND Retorna um número aleatório entre 0 e 1 ALEATÓRIOENTRE RANDBETWEEN Retorna um número aleatório entre os números especificados ROMANO ROMAN Converte um algarismo arábico em romano, como texto ARRED ROUND Arredonda um número até uma quantidade especificada de dígitos ARREDONDAR.PARA.BAIXO ROUNDDOWN Arredonda um número para baixo até zero ARREDONDAR.PARA.CIMA ROUNDUP Arredonda um número para cima, afastando-o de zero SOMASEQÜÊNCIA SERIESSUM Retorna a soma de uma série polinomial baseada na fórmula SINAL SIGN Retorna o sinal de um número SEN SIN Retorna o seno de um ângulo dado SENH SINH Retorna o seno hiperbólico de um número RAIZ SQRT Retorna uma raiz quadrada positiva RAIZPI SQRTPI Retorna a raiz quadrada de (núm* pi) SUBTOTAL SUBTOTAL Retorna um subtotal em uma lista ou em um banco de dados SOMA SUM Soma seus argumentos SOMASE SUMIF Adiciona as células especificadas por um determinado critério SOMASE SUMIFS Adiciona as células em um intervalo que atende a vários critérios SOMARPRODUTO SUMPRODUCT Retorna a soma dos produtos de componentes correspondentes de matrizes SOMAQUAD SUMSQ Retorna a soma dos quadrados dos argumentos SOMAX2DY2 SUMX2MY2 Retorna a soma da diferença dos quadrados dos valores correspondentes em duas matrizes SOMAX2SY2 SUMX2PY2 Retorna a soma da soma dos quadrados dos valores correspondentes em duas matrizes SOMAXMY2 SUMXMY2 Retorna a soma dos quadrados das diferenças dos valores correspondentes em duas matrizes TAN TAN Retorna a tangente de um número TANH TANH Retorna a tangente hiperbólica de um número TRUNCAR TRUNC Trunca um número para um inteiro Funções estatísticas Statistical functions DESV.MÉDIO AVEDEV Retorna a média aritmética dos desvios médios dos pontos de dados a partir de sua média MÉDIA AVERAGE Retorna a média dos argumentos MÉDIAA AVERAGEA Retorna a média dos argumentos, inclusive números, texto e valores lógicos MÉDIASE AVERAGEIF Retorna a média (média aritmética) de todas as células em um intervalo que atendem a um determinado critério MÉDIASES AVERAGEIFS Retorna a média (média aritmética) de todas as células que atendem a múltiplos critérios. DISTBETA BETADIST Retorna a função de distribuição cumulativa beta BETA.ACUM.INV BETAINV Retorna o inverso da função de distribuição cumulativa para uma distribuição beta especificada DISTRBINOM BINOMDIST Retorna a probabilidade de distribuição binomial do termo individual DIST.QUI CHIDIST Retorna a probabilidade unicaudal da distribuição qui-quadrada INV.QUI CHIINV Retorna o inverso da probabilidade uni-caudal da distribuição qui-quadrada TESTE.QUI CHITEST Retorna o teste para independência INT.CONFIANÇA CONFIDENCE Retorna o intervalo de confiança para uma média da população CORREL CORREL Retorna o coeficiente de correlação entre dois conjuntos de dados CONT.NÚM COUNT Calcula quantos números há na lista de argumentos CONT.VALORES COUNTA Calcula quantos valores há na lista de argumentos CONTAR.VAZIO COUNTBLANK Conta o número de células vazias no intervalo especificado CONT.SE COUNTIF Calcula o número de células não vazias em um intervalo que corresponde a determinados critérios CONT.SES COUNTIFS Conta o número de células dentro de um intervalo que atende a múltiplos critérios COVAR COVAR Retorna a covariância, a média dos produtos dos desvios pares CRIT.BINOM CRITBINOM Retorna o menor valor para o qual a distribuição binomial cumulativa é menor ou igual ao valor padrão DESVQ DEVSQ Retorna a soma dos quadrados dos desvios DISTEXPON EXPONDIST Retorna a distribuição exponencial DISTF FDIST Retorna a distribuição de probabilidade F INVF FINV Retorna o inverso da distribuição de probabilidades F FISHER FISHER Retorna a transformação Fisher FISHERINV FISHERINV Retorna o inverso da transformação Fisher PREVISÃO FORECAST Retorna um valor ao longo de uma linha reta FREQÜÊNCIA FREQUENCY Retorna uma distribuição de freqüência como uma matriz vertical TESTEF FTEST Retorna o resultado de um teste F DISTGAMA GAMMADIST Retorna a distribuição gama INVGAMA GAMMAINV Retorna o inverso da distribuição cumulativa gama LNGAMA GAMMALN Retorna o logaritmo natural da função gama, G(x). MÉDIA.GEOMÉTRICA GEOMEAN Retorna a média geométrica CRESCIMENTO GROWTH Retorna valores ao longo de uma tendência exponencial MÉDIA.HARMÔNICA HARMEAN Retorna a média harmônica DIST.HIPERGEOM HYPGEOMDIST Retorna a distribuição hipergeométrica INTERCEPÇÃO INTERCEPT Retorna a intercepção da linha de regressão linear CURT KURT Retorna a curtose de um conjunto de dados MAIOR LARGE Retorna o maior valor k-ésimo de um conjunto de dados PROJ.LIN LINEST Retorna os parâmetros de uma tendência linear PROJ.LOG LOGEST Retorna os parâmetros de uma tendência exponencial INVLOG LOGINV Retorna o inverso da distribuição lognormal DIST.LOGNORMAL LOGNORMDIST Retorna a distribuição lognormal cumulativa MÁXIMO MAX Retorna o valor máximo em uma lista de argumentos MÁXIMOA MAXA Retorna o maior valor em uma lista de argumentos, inclusive números, texto e valores lógicos MED MEDIAN Retorna a mediana dos números indicados MÍNIMO MIN Retorna o valor mínimo em uma lista de argumentos MÍNIMOA MINA Retorna o menor valor em uma lista de argumentos, inclusive números, texto e valores lógicos MODO MODE Retorna o valor mais comum em um conjunto de dados DIST.BIN.NEG NEGBINOMDIST Retorna a distribuição binomial negativa DIST.NORM NORMDIST Retorna a distribuição cumulativa normal INV.NORM NORMINV Retorna o inverso da distribuição cumulativa normal DIST.NORMP NORMSDIST Retorna a distribuição cumulativa normal padrão INV.NORMP NORMSINV Retorna o inverso da distribuição cumulativa normal padrão PEARSON PEARSON Retorna o coeficiente de correlação do momento do produto Pearson PERCENTIL PERCENTILE Retorna o k-ésimo percentil de valores em um intervalo ORDEM.PORCENTUAL PERCENTRANK Retorna a ordem percentual de um valor em um conjunto de dados PERMUT PERMUT Retorna o número de permutações de um determinado número de objetos POISSON POISSON Retorna a distribuição Poisson PROB PROB Retorna a probabilidade de valores em um intervalo estarem entre dois limites QUARTIL QUARTILE Retorna o quartil do conjunto de dados ORDEM RANK Retorna a posição de um número em uma lista de números RQUAD RSQ Retorna o quadrado do coeficiente de correlação do momento do produto de Pearson DISTORÇÃO SKEW Retorna a distorção de uma distribuição INCLINAÇÃO SLOPE Retorna a inclinação da linha de regressão linear MENOR SMALL Retorna o menor valor k-ésimo do conjunto de dados PADRONIZAR STANDARDIZE Retorna um valor normalizado DESVPAD STDEV Estima o desvio padrão com base em uma amostra DESVPADA STDEVA Estima o desvio padrão com base em uma amostra, inclusive números, texto e valores lógicos DESVPADP STDEVP Calcula o desvio padrão com base na população total DESVPADPA STDEVPA Calcula o desvio padrão com base na população total, inclusive números, texto e valores lógicos EPADYX STEYX Retorna o erro padrão do valor-y previsto para cada x da regressão DISTT TDIST Retorna a distribuição t de Student INVT TINV Retorna o inverso da distribuição t de Student TENDÊNCIA TREND Retorna valores ao longo de uma tendência linear MÉDIA.INTERNA TRIMMEAN Retorna a média do interior de um conjunto de dados TESTET TTEST Retorna a probabilidade associada ao teste t de Student VAR VAR Estima a variância com base em uma amostra VARA VARA Estima a variância com base em uma amostra, inclusive números, texto e valores lógicos VARP VARP Calcula a variância com base na população inteira VARPA VARPA Calcula a variância com base na população total, inclusive números, texto e valores lógicos WEIBULL WEIBULL Retorna a distribuição Weibull TESTEZ ZTEST Retorna o valor de probabilidade uni-caudal de um teste-z Funções de texto Text functions ASC ASC Altera letras do inglês ou katakana de largura total (bytes duplos) dentro de uma seqüência de caracteres para caracteres de meia largura (byte único). BAHTTEXT BAHTTEXT Converte um número em um texto, usando o formato de moeda ß (baht) CARACT CHAR Retorna o caractere especificado pelo número de código TIRAR CLEAN Remove todos os caracteres do texto que não podem ser impressos CÓDIGO CODE Retorna um código numérico para o primeiro caractere de uma seqüência de caracteres de texto CONCATENAR CONCATENATE Agrupa vários itens de texto em um único item de texto MOEDA DOLLAR Converte um número em texto, usando o formato de moeda $ (dólar) EXATO EXACT Verifica se dois valores de texto são idênticos PROCURAR, PROCURARB FIND, FINDB Procura um valor de texto dentro de outro (diferencia maiúsculas de minúsculas) DEF.NÚM.DEC FIXED Formata um número como texto com um número fixo de decimais JIS JIS Altera letras do inglês ou katakana de meia largura (byte único) dentro de uma seqüência de caracteres para caracteres de largura total (bytes duplos) ESQUERDA, ESQUERDAB LEFT, LEFTB Retorna os caracteres mais à esquerda de um valor de texto NÚM.CARACT, NÚM.CARACTB LEN, LENB Retorna o número de caracteres em uma seqüência de texto MINÚSCULA LOWER Converte texto para minúsculas EXT.TEXTO, EXT.TEXTOB MID, MIDB Retorna um número específico de caracteres de uma seqüência de texto começando na posição especificada FONÉTICA PHONETIC Extrai os caracteres fonéticos (furigana) de uma seqüência de caracteres de texto PRI.MAIÚSCULA PROPER Coloca a primeira letra de cada palavra em maiúscula em um valor de texto MUDAR, MUDARB REPLACE, REPLACEB Muda os caracteres dentro do texto REPT REPT Repete o texto um determinado número de vezes DIREITA, DIREITAB RIGHT, RIGHTB Retorna os caracteres mais à direita de um valor de texto LOCALIZAR, LOCALIZARB SEARCH, SEARCHB Localiza um valor de texto dentro de outro (não diferencia maiúsculas de minúsculas) SUBSTITUIR SUBSTITUTE Substitui um novo texto por um texto antigo em uma seqüência de texto T T Converte os argumentos em texto TEXTO TEXT Formata um número e o converte em texto ARRUMAR TRIM Remove espaços do texto MAIÚSCULA UPPER Converte o texto em maiúsculas VALOR VALUE Converte um argumento de texto em um número

Posted quinta-feira, 11 de agosto de 2011 11:39 by Paleo | with no comments

Filed under:

Música de fundo no Excel
Hoje estava trabalhando em uma planilha e pensando: Bem que podia haver uma macro aqui para ouvir músicas... Bem, fazer o que né? Criá-la! Declare Function sndPlaySound32 Lib "winmm.dll" _ Alias "sndPlaySoundA" (ByVal lpszSoundName _ As String, ByVal uFlags As Long) As Long Sub SoundStart() Dim intCounter As Integer Application.EnableCancelKey = xlErrorHandler For intCounter = 1 To 10 Call sndPlaySound32("C:\WINDOWS\Media\tada.wav", 1) Application.Wait Now + TimeSerial(0, 0, 2) Next intCounter ERRORHANDLER: End Sub

Posted quinta-feira, 30 de junho de 2011 15:34 by Paleo | 3 comment(s)

Filed under:

Office 2010 SP1
Atenção amigos, já está disponível no Windows Update o SP1 do Office 2010, ou podem baixar aqui mesmo: http://support.microsoft.com/kb/2510690

Posted terça-feira, 28 de junho de 2011 17:58 by Paleo | with no comments

Filed under:

Excel em tela cheia com barra de status
Muita gente gosta de trabalhar com o Excel em tela cheia, pois vemos praticamente apenas os dados, mas algumas vezes seriam interessante também possui as informações da barra de status. O problema é que quando clicamos no botão tela cheia ela é automaticamente ocultada e não nos é fornecida uma opção de re-exibí-la. Como contornar isso então? Através do VBA! Ok, mas mesmo mandando ela ser re-exibida via VBA, enquanto estiver em modo de tela cheia, a barra não volta. O que fazer então? Simples. Basta simular o modo de tela cheia. Como assim? Ocultando tudo o que ele oculta, exceto a barra de status. Como fazemos isso? A função a seguir realiza exatamente este procedimento e deve ser inserida de forma a ser executada na abertura da planilha: 1. Abra a planilha e pressione Alt + F11; 2. Na lado esquerdo da tela, na janela de Projeto , dê dois cliques em EstaPasta_de_trabalho ; 3. Na janela do lado direito, clique na seta ao lado de (Geral) e selecione Workbook ; 4. Neste momento será criada a macro a ser executada na abertura da planilha: Private Sub Workbook_Open() 5. Agora insira o código dentro dela, conforme demonstrado abaixo: Private Sub Workbook_Open() Application.ExecuteExcel4Macro "SHOW.TOOLBAR(""Ribbon"",False)" Application.DisplayFormulaBar = False ActiveWindow.DisplayHeadings = False End Sub 6. Pronta, agora você tem uma planilha em tela cheia, mas com a barra de status! IMPORTANTE: Caso você feche a planilha agora, a próxima que abri-la estará com este visual e pode não ser o que se deseja, então antes de fechá-la você deve restaurar os itens ocultados. Para isto realize o seguinte procedimento: 1. Clique no lado direito da tela, onde você lê Open e selecione BeforeClose ; 2. Copie o código da Sub Open para a nova Sub; 3. Altere os três False que vê no código, por três True , conforme demonstrado abaixo: Private Sub Workbook_BeforeClose(Cancel As Boolean) Application.ExecuteExcel4Macro "SHOW.TOOLBAR(""Ribbon"",True)" Application.DisplayFormulaBar = True ActiveWindow.DisplayHeadings = True End Sub 4. Agora sim, tudo pronto!

Posted sexta-feira, 24 de junho de 2011 13:35 by Paleo | 5 comment(s)

Filed under:

No Splash Screen
Você gostaria de remover a tela de boas vindas de vários programas para carregá-los mais rápido? Pois vejamos aqui como fazer isto com o Office: Excel : Use o switch " /e ". Ex.: Crie um atalho com o seguinte comando: "C:\Program Files\Microsoft Office\Office14\excel.exe" /e Word : Aqui o switch é " /q ". Ex.: "C:\Program Files\Microsoft Office\Office14\Word.exe" /q PowerPoint : Switch " /splash ". Ex: "C:\Program Files\Microsoft Office\Office14\PowerPoint.exe" /splash Ok, mas e agora o que fazer com o Outlook e outros programas que não são do Office e eu não conheço os switchs? O método mais prático é usar um software para isso: Splash Killer : http://www.digitallis.co.uk/pc/SplashKiller/index.html

Posted domingo, 19 de junho de 2011 10:42 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Variáveis Ocultas no Excel
Você já desejou armazenar algumas variáveis no Excel, que pudessem ser chamadas durante a utilização da planilha, mas sem que fossem vistas pelo usuário, nem pudessem ser facilmente alteradas por ele? Pois isto pode ser obtido através do uso dos "Nomes" no Excel. Como assim? Você já utilizou o recurso de fornecer um nome a uma célula? Sim, clicando na caixa de nomes e informando o nome desejado! Neste exemplo foi atribuído o nome Dolar para o valor da cotação. A partir daí, toda vez que desejar este valor posso chamá-lo pelo nome, o que pode ser conferido na imagem abaixo. Mas o usuário pode ver este nome apenas expandindo a caixa de nomes. Como fazer então para que ele não veja o nome, mas ainda assim possa utilizá-lo? Vamos obter isso através do uso da criação de nomes ocultos no Excel. Como assim ocultos? Nomes com a propriedade de visibilidade selecionada para falso (visible = false) . Para obter isso faça o seguinte: Pressione Alt + F11 ; Selecione Inserir -> Módulo ; Copie o código abaixo personalizando-o da forma indicada. Sub VariaveisOcultas() Dim Nomes(), Valores() As Variant Nomes = Array("Nome1", "Nome2", "Nome3", "Nome4", "Nome5") Valores = Array("Valor1", "Valor2", "Valor3", "Valor4", "Valor5") For i = 0 To UBound(Nomes) ActiveWorkbook.Names.Add Name:=Nomes(i), RefersTo:=Valores(i), Visible:=False Next i End Sub Dentro do parêntese onde diz "Nome1", "Nome2", etc, informe os pelos quais deseja chamar as suas variáveis. Já nos parênteses onde diz "Valor1", "Valor2", etc, informe os valores que deseja obter de retorno quando as variáveis forem chamadas. O exemplo anterior ainda serve para o uso de suas variáveis. Basta digitar em uma célula da planilha =o_nome_que_você_escolheu que ao pressionar ENTER o nome será substituído por seu valor. Simples, rápido e fácil!

Posted quarta-feira, 15 de junho de 2011 16:00 by Paleo | with no comments

Filed under:

Desejando testar o Office 2010?
Pois aproveite e faça o download de um trial (versão de avaliação) para conhecer o produto. Certamente irá adorá-lo.

Posted quarta-feira, 20 de abril de 2011 9:41 by Paleo | with no comments

Filed under:

Salvando conteúdo de planilha e arquivo texto
Digamos que você deseja salvar o conteúdo da coluna A em um arquivo texto com o nome da coluna B, na pasta da coluna C. Neste caso insira o código abaixo em um módulo e execute a macro: Sub XLS2TXT() Dim intRow As Integer intRow = 1 Close Do Until IsEmpty(Cells(intRow, 1)) Open Range("C1").Value & "\" & Cells(intRow, 2) & ".txt" For Output As #1 Print #1, Cells(intRow, 1).Value Close intRow = intRow + 1 Loop End Sub

Posted quarta-feira, 6 de abril de 2011 10:33 by Paleo | with no comments

Filed under:

Determinando onde está a pasta de arquivos temporários do Windows
Você já desejou identificar onde está a pasta de arquivos temporários do Windows através de sua planilha? Coloque o seguinte código em um módulo e execute ele: Declare Function GetTempPath _ Lib "kernel32" Alias "GetTempPathA" _ (ByVal nBufferLength As Long, _ ByVal lpBuffer As String) As Long Public Function fncGetTempPath() As String Dim PathLen As Long Dim WinTempDir As String Dim BufferLength As Long BufferLength = 260 WinTempDir = Space(BufferLength) PathLen = GetTempPath(BufferLength, WinTempDir) If Not PathLen = 0 Then fncGetTempPath = Left(WinTempDir, PathLen) Else fncGetTempPath = CurDir() End If End Function Sub Test() MsgBox fncGetTempPath End Sub

Posted quarta-feira, 6 de abril de 2011 10:28 by Paleo | with no comments

Filed under:

Criando um timer no Excel
Hoje respondi a uma pergunta no forum sobre como se criaria um timer para a execução de uma macro no Excel, pois aqui vai a solução: Para que o timer seja iniciado ao abrir a planilha inclua este código em EstaPasta_de_trabalho : Private Sub Workbook_Open() Call iniTimer End Sub Agora insira um módulo e nele adicione o seguinte código (Inserir -> Módulo): Public Sub iniTimer() Application.OnTime EarliestTime:=Time + TimeValue("00:00:05"), Procedure:="minhaMacro" End Sub Public Sub minhaMacro() On Error Resume Next MsgBox ("Passou o tempo!") Application.OnTime EarliestTime:=Now + TimeValue("00:00:05"), Procedure:="minhaMacro" End Sub Public Sub paraTimer() Application.OnTime EarliestTime:=Now + TimeValue("00:00:01"), Procedure:="minhaMacro", Schedule:=False End Sub Naturalmente que o código de meu exemplo não faz muito sentido, pois apenas informa que o tempo passou, mas basta que você substitua a linha MsgBox ("Passou o tempo!") , pelo conteúdo que deseja executar com o timer, que seu código estará pronto. Onde está o truque? No evento Application.OnTime Onde o tempo é definido? No parâmetro EarliestTime Espero que gostem e façam bom proveito!

Posted quarta-feira, 6 de abril de 2011 2:38 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under: ,

BI no Excel 2010
Você já desejou usar BI no Excel, mas desistiu em função da limitação da quantidade de linhas (1.048.576)? A limitação não chegou a ser um problema tão grande, pois você deixava a base de dados fora e lançava na planilha as análises? Ok, mas e se as análises utilizassem mais do que as 1.048.576 linhas? Pois a solução já existe e é gratuíta! Com ele você pode trabalhar com centenas de milhões de linhas, importar dados de múltiplas fontes, criar relacionamentos entre os dados importados, visualizar os dados importados através de tabela pivô (PivotTables) ou gráficos pivô (PivotCharts), publicar os resultados no SharePoint para rápida visualização da equipe, usar as novas expressões DAX (Data Analysis BLOCKED EXPRESSION para BI e tudo isso diretamente de dentro do Excel 2010!!! Para rodar ele precisa do .NET Framework 3.5 SP1 (que já vem instalado por padrão no Windows 7) instalado em sua máquina e uma instância do SQL Server 2008 (que é adicionada durante a instalação). Se você precisas acessar bases muito grandes será recomendável que utilize a versão de 64-bits do Excel, pois ela é capaz de gerenciar mais memória e portanto fornecerá resultados mais rápidos. Em função do gerenciamento de memória, pode ser que em cenários de bases de dados extremamente grandes, sua aplicação não rode. Uma vez instalado ele adicionará uma nova guia à sua faixa do Excel: Espero que gostem! Downloads aqui: http://www.powerpivot.com/index.aspx

Posted quinta-feira, 24 de março de 2011 10:23 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Identificando o número que ocorre com maior frequência numa série
Suponhamos que você tenha uma série com os seguintes dados: 0 0 0 1 1 0 0 1 1 0 Então, você precisa saber qual o número que ocorre com maior frequência. Para isto basta inserir em uma célula qualquer o seguinte código: =MODO.ÚNICO(A1:A10) -> Office 2010 =MODO(A1:A10) -> Excel 2007 Resposta = 0 Sempre lembrando que na hora de confirmar o conteúdo da célula você NÃO PODE pressionar apenas ENTER, mas sim, TEM QUE pressionar Shift + Ctrl + Enter . Ok, mas e se os dados forem os abaixo e o meu interesse for saber o que ocorre com maior frequência na coluna B, quando o número da coluna A é superior a zero? 0 1 0 3 0 3 1 4 1 4 0 4 0 4 1 5 1 4 0 5 Neste caso você usará a seguinte fórmula: =MODO.ÚNICO(SE(A1:A10>0;B1:B10)) -> Lembre-se que para o Office 2007 deve retirar o ".ÚNICO" e deve inserir os dados com Ctrl + Shift + Enter. Resposta = 4 E se houver dois números com a mesma quantidade? Este função retornará apenas o primeiro deles. Ok, mas se eu desejar saber quais os dois com maior quantidade? Então use a seguinte função, mas coloque-a em duas células (selecionando ambas antes de digitar a função e confirmando da forma acima): =MODO.MULT(SE(A1:A10>0;B1:B10)) Se desejar saber os 3? Selecione 3 células antes de digitar a função. Detalhe muito importante: A função não lista os números por ordem de quantidade de ocorrências, apenas mostra quem mais ocorreu. Em caso de empate é que ela mostrará mais de um número.

Posted quarta-feira, 29 de dezembro de 2010 1:34 by Paleo | 2 comment(s)

Filed under:

Excel 2010: Especificações e limites de pasta de trabalho compartilhada
Recurso Limite máximo Usuários que podem abrir e compartilhar uma pasta de trabalho compartilhada (pasta de trabalho compartilhada: uma pasta de trabalho configurada para permitir que vários usuários de uma rede vejam e façam alterações nela ao mesmo tempo. Cada usuário que salva a pasta de trabalho vê as alterações feitas pelos demais usuários.) ao mesmo tempo 256 Exibições (modo de exibição: um conjunto de configurações de exibição e impressão que você pode determinar e aplicar a uma pasta de trabalho. É possível criar mais de um modo de exibição da mesma pasta de trabalho sem salvar cópias separadas da pasta de trabalho.) personalizadas em uma pasta de trabalho compartilhada Limitado pela memória disponível Dias em que o histórico de alteração (histórico de alterações: em uma pasta de trabalho compartilhada, as informações mantidas sobre alterações em sessões de edição passadas. As informações incluem o nome da pessoa que fez cada alteração, quando a alteração foi feita e os dados que foram alterados.) é mantido 32.767 (o padrão é 30 dias) Pastas de trabalho que podem ser mescladas ao mesmo tempo Limitado pela memória disponível Células que podem ser realçadas em uma pasta de trabalho compartilhada 32.767 Cores usadas para identificar alterações efetuadas por diferentes usuários quando está ativado o realce de alteração 32 (cada usuário é identificado por uma cor separada; as alterações efetuadas pelo usuário atual são realçadas em azul marinho) Tabelas do Excel em uma pasta de trabalho compartilhada 0 (zero) Observação Uma pasta de trabalho que contém uma ou mais tabelas do Excel não pode ser compartilhada.

Posted quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 11:08 by Paleo | with no comments

Filed under:

Excel 2010: Especificações e limites de gráficos
Recurso Limite máximo Gráficos vinculados a uma planilha Limitado por memória disponível Planilhas a que se refere um gráfico 255 Seqüências de dados (série de dados: pontos de dados relacionados plotados em um gráfico. Cada série de dados em um gráfico tem uma cor ou um padrão exclusivo e é representada na legenda do gráfico. É possível plotar uma ou mais séries de dados em um gráfico. Os gráficos de pizza têm somente uma série de dados.) em um gráfico 255 Pontos de dados (pontos de dados: valores individuais plotados em um gráfico. Os pontos de dados relacionados constituem uma série de dados e são representados por barras, colunas, linhas, fatias, pontos e outras formas. Essas formas são denominadas marcadores de dados.) em uma seqüência de dados para gráficos 2D 32.000 Pontos de dados em uma seqüência de dados para gráficos 3D 4.000 Pontos de dados para todas as seqüências de dados em um gráfico 256.000

Posted quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 11:06 by Paleo | with no comments

Filed under:

Excel 2010: Especificações e limites de relatório tabela ou gráfico dinâmicos
Recurso Limite máximo Relatórios de tabela dinâmica (relatório de tabela dinâmica: um relatório de referências cruzadas interativo do Excel que resume e analisa dados, como registros de banco de dados, de várias fontes, incluindo fontes externas ao Excel.) em uma planilha Limitado pela memória disponível Itens exclusivos por campo 1.048.576 Campos de linha (campo de linha: um campo ao qual foi atribuída uma orientação de linha em um relatório de tabela dinâmica. Os itens associados ao campo de linha são exibidos como rótulos de linha). ou de coluna (campo de coluna: um campo ao qual foi atribuída uma orientação de coluna em um relatório de tabela dinâmica. Os itens associados ao campo de coluna são exibidos como rótulos de coluna.) em um relatório de tabela dinâmica Limitado pela memória disponível Filtros de relatório em um relatório de tabela dinâmica 256 (pode ser limitado pela memória disponível) Campos de valor em um relatório de tabela dinâmica 256 Fórmulas de item calculado (item calculado: um item em um campo de tabela dinâmica ou de gráfico dinâmico que usa uma fórmula criada por você. Os itens calculados podem executar cálculos com o conteúdo de outros itens dentro do mesmo campo do relatório de tabela dinâmica ou de gráfico dinâmico.) em um relatório de tabela dinâmica Limitado pela memória disponível Filtros de relatório em um relatório de gráfico dinâmico (relatório de gráfico dinâmico: um gráfico que fornece uma análise interativa de dados, como um relatório de tabela dinâmica. É possível alterar os modos de exibição dos dados, ver diferentes níveis de detalhe ou reorganizar o layout do gráfico arrastando campos e exibindo ou ocultando itens em campos.) 256 (pode ser limitado pela memória disponível) Campos de valor em um relatório de gráfico dinâmico 256 Fórmulas de itens calculados em um relatório de gráfico dinâmico Limitado pela memória disponível Extensão do nome MDX para um item da Tabela Dinâmica 32.767 Extensão de uma cadeia de caracteres relacional da Tabela Dinâmica 32.767

Posted quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 11:06 by Paleo | with no comments

Filed under:

Excel 2010: Especificações e limites de cálculo
Recurso Limite máximo Precisão de número 15 dígitos Menor número negativo permitido -2,2251E-308 Menor número positivo permitido 2,2251E-308 Maior número positivo permitido 9,99999999999999E+307 Maior número negativo permitido -9,99999999999999E+307 Maior número positivo via fórmula permitido 1,7976931348623158e+308 Maior número negativo via fórmula permitido -1,7976931348623158e+308 Comprimento do conteúdo da fórmula 8.192 caracteres Comprimento interno da fórmula 16.384 bytes Iterações 32.767 Matrizes de planilha Limitado pela memória disponível Intervalos selecionados 2.048 Argumentos em uma função 255 Níveis aninhados de funções 64 Categorias de função definidas pelo usuário 255 Número de funções de planilha disponíveis 341 Tamanho do empilhamento operando 1.024 Dependência de planilha cruzada 64.000 planilhas que podem se referir a outras planilhas Dependência de fórmula de matriz de planilha cruzada Limitado pela memória disponível Dependência de área Limitado pela memória disponível Dependência de área por planilha Limitado pela memória disponível Dependência em uma única célula 4 bilhões de fórmulas que podem depender de uma única célula Comprimento do conteúdo da célula vinculado a pastas de trabalho fechadas 32.767 Data mais antiga permitida para cálculo 1º de Janeiro de 1900 (1º de Janeiro de 1904, se for usado o sistema de datas 1904) Data mais avançada permitida para cálculo 31 de Dezembro de 9999 Máximo de tempo que pode ser inserido 9999:59:59

Posted quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 11:05 by Paleo | with no comments

Filed under:

Excel 2010: Especificações e limites de planilha e de pasta de trabalho
Recurso Limite máximo Pastas de trabalho abertas Limitado pela memória disponível e pelos recursos do sistema Tamanho da planilha 1.048.576 linhas por 16.384 colunas Largura da coluna 255 caracteres Altura da linha 409 pontos Quebras de página 1.026 na horizontal e na vertical Número total de caracteres que uma célula pode conter 32.767 caracteres Caracteres em um cabeçalho ou rodapé 255 Planilhas em uma pasta de trabalho Limitado pela memória disponível e pelos recursos do sistema (o padrão é 3 folhas). Cores em uma pasta de trabalho 16 milhões de cores (32 bits com acesso total ao espectro de cores de 24 bits) Exibições (modo de exibição: um conjunto de configurações de exibição e impressão que você pode determinar e aplicar a uma pasta de trabalho. É possível criar mais de um modo de exibição da mesma pasta de trabalho sem salvar cópias separadas da pasta de trabalho.) nomeadas em uma pasta de trabalho Limitado pela memória disponível Formatos/estilos de célula exclusivos 64.000 Estilos de preenchimento 32 Espessura e estilos de linha 16 Tipos exclusivos de fonte 1.024 fontes globais disponíveis para uso; 512 por pasta de trabalho Formatos de número em uma pasta de trabalho Entre 200 e 250, dependendo da versão do idioma do Excel instalado Nomes em uma pasta de trabalho Limitado pela memória disponível Janelas em uma pasta de trabalho Limitado pela memória disponível Painéis em uma janela 4 Planilhas vinculadas Limitado pela memória disponível Cenários (cenário: um conjunto nomeado de valores de entrada que você pode substituir em um modelo de planilha.) Limitado pela memória disponível; um relatório resumido mostra somente os primeiro 251 cenários. Células variáveis em um cenário 32 Células ajustáveis no suplemento Solver 200 Funções personalizadas Limitado pela memória disponível Intervalo de zoom 10 por cento a 400 por cento Relatórios Limitado pela memória disponível Referências classificadas 64 em uma única classificação; ilimitado quando usar classificações seqüenciais Níveis de desfazer 100 Campos em um formulário de dados 32 Parâmetros de pasta de trabalho 255 parâmetros por pasta de trabalho Listas suspensas de filtro 10.000

Posted quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 11:03 by Paleo | with no comments

Filed under:

Combinações com a tecla Ctrl como atalhos do Excel
Abaixo coloco uma lista de combinações com a tecla Ctrl que ativam atalhos de teclado no Excel: Ctrl + 1 -> Formatar conteúdo da célula atual; Ctrl + 2 -> Ativar Negrito na célula atual; Ctrl + 3 -> Ativar Itálico na célula atual; Ctrl + 4 -> Ativar Sublinhado na célula atual; Ctrl + 8 -> Mostra os símbolos de tópicos da planilha, caso haja algum. Se não houver, sugere criação deles; Ctrl + 9 -> Ocultar linha atual; Ctrl + 0 -> Ocultar coluna atual; Ctrl + - -> Abre janela para excluir conteúdo; Ctrl + W -> Fecha a pasta de trabalho atual, dando a opção de salvar as alterações; Ctrl + R -> (Rght) Copia o conteúdo da célula da esquerda, atualizando as colunas, se for uma fórmula; Ctrl + T -> (Table) Seleciona todo o conjunto de células contínuas à atual, ou a alguma que seja contínua a ela ou a outra já selecionada. Em resumo, tenta identificar e selecionar uma tabela; Ctrl + U -> Abre janela para substituir uma expressão por outra; Ctrl + I -> O mesmo que Ctrl + 3; Ctrl + O -> (Open) Abre uma pasta de trabalho nova; Ctrl + P -> (Print) Abre a janela para impressão; Ctrl + A -> Abre janela para abrir arquivo; Ctrl + S -> O mesmo que Ctrl + 4; Ctrl + D -> (Down) Copia conteúdo da célula de cima, atualizando as linhas, se for uma fórmula; Ctrl + F -> Copia a fórmula da célula acima, mas não atualiza dados, se for uma fórmula; Ctrl + G -> (Go) Abre a janela Ir para..., possibilitando o deslocamento a outra posição na planilha; Ctrl + H -> Insere conteúdo da célula acima e permite seguir adicionando mais dados. Equivale a copiar o conteúdo e mandar editá-lo; Ctrl + K -> Abre janela para inserir hiperlink; Ctrl + L -> Abre janela para localizar expressão na planilha; Ctrl + ] ou \ -> Faz alguma coisa, mas ainda não consegui identificar o que. Se alguém souber, por favor me avise que atualizo aqui; Ctrl + Z -> Desfaz a última ação realizada; Ctrl + X -> Recorta o conteúdo da célula atual e o coloca na área de transferência; Ctrl + C -> Copia o conteúdo da célula atual para a área de transferência; Ctrl + V -> Cola o conteúdo da área de transferência na célula atual; Ctrl + B -> Abre a janela Salvar como...; Ctrl + N -> O mesmo que Ctrl + 2; Ctrl + ; -> Insere a data atual na célula, permitindo que continuemos a edição da célula; Ctrl + / -> O mesmo que Ctrl + A.

Posted terça-feira, 12 de outubro de 2010 11:09 by Paleo | with no comments

Filed under:

Menus do Office 2003 nas versões 2007 e 2010
Momento Nostalgia! Você já está usando as versões 2007 ou 2010 do Office, mas ainda sente falta dos menus da versão 2003? Sem problemas. Vi essa dica sendo fornecida pelo Mauricio Cassemiro da Conceição e achei que valia a pena postar aqui. É um add-in desenvolvido por Ubit Schweiz e está disponível para download gratuito na Baixaki. UBit Menu 1.04 UBitMenu para Microsoft Office 2010

Posted quarta-feira, 29 de setembro de 2010 10:27 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under:

Salvando todos os documentos
Digamos que você esteja trabalahndo com vários documentos do Word abertos ao mesmo tempo e deseja salvar todos eles de uma só vez. O que pode ser feito se estiver no Word 2007? Em versões anteriores tinhamos o botão Salvar Tudo com o ícone de vários disquetes, mas agora não temos mais (?). Temos sim, apenas não está visível e para fazê-lo aparecer faça o seguinte: 1. Clique no botão do Office e selecione Opções do Word ; 2. Clique em Personalizar no menu do lado esquerdo; 3. Na caixa Escolher comandos em , onde estará selecionado Comandos mais usados , altere para Todos os comandos ; 4. Na caixa com as opções de comandos, role até aparecer Salvar tudo ; 5. Clique em Adicionar > > ; 6. Clique em OK . Pronto, ele aparecerá ao lado do botão Localizar no topo da janela.

Posted quarta-feira, 29 de setembro de 2010 3:29 by Paleo | with no comments

Filed under:

Restringindo a inserção de datas de finais de semana
Digamos que você possua uma planilha onde devem ser inseridas datas em alguns campos, mas não podem ser inseridas datas referentes a finais de semana. Como você poderia evitar isso? Bem simples e nem precisa usar VBA: 1. Selecione a área onde deseja usar esta regra (por exemplo, nas células de C1 até C10); 2. clique no Menu Dados; 3. Clique em Validação de Dados na Ribbon e selecione Validação de dados... ; 4. No campo Permitir , altere de Qualquer valor para Personalizado ; 5. No campo Fórmula digite =E(DIA.DA.SEMANA(C1)<>1;DIA.DA.SEMANA(C1)<>7) ; 6. Selecione a caixa Aplicar alterações a todas as células com as mesmas configurações . Pronto! Repare que na fórmula eu informei apenas a célula C1, mas como marquei a caixa citada no item 6. e havia selecionado as células antes, a regra de validação foi aplicada a todo o intervalo de C1 até C10.

Posted quarta-feira, 29 de setembro de 2010 2:56 by Paleo | with no comments

Filed under:

Trabalhando com zeros precedentes
Algumas vezes estamos trabalhando com números onde precisamos que sejam expostos os zeros precedentes, mas ao digitarmos no Excel algo como 000005 , o que obtemos é 5 . Como então podemos forçar que sejam expostos todos os 5 zeros precedentes? Simples, formatando a célula da seguinte forma: 1. Digite o valor desejado (000005) em uma célula; 2. Com a célula onde está o valor selecionada (e onde agora você está vendo: 5 ), pressione Ctrl + 1 ; 3. Selecione a guia Número e dentro dela a categoria Personalizado ; 4. Do lado direito, no campo Tipo (onde estará escrito Geral, digite 6 zeros (para definir a quantidade de dígitos numérico que deseja); 5. Clique em OK. Pronto! Estará aparecendo 000005 na célula.

Posted quarta-feira, 29 de setembro de 2010 2:49 by Paleo | with no comments

Filed under:

Como usar códigos VBA em planilha
Para que você consiga usar códigos VBA em planilhas (como os que postei neste blog) são necessários os seguintes passos, para inserir o código em uma planilha e para executá-lo: Copie o código; Abra a planilha onde deseja usá-lo; Pressione Alt + F11 para abrir o Visual Basic Editor (VBE); A partir do Menu, selecione Insert -> Module; Cole o código no lado direito da janela; Feche o VBE e salve o arquivo, se desejar. Para executar o código: Pressione Alt + F8; Escolha o nome da macro que deseja executar e clique em Execute ou simplesmente dê dois cliques no nome da macro.

Posted terça-feira, 28 de setembro de 2010 17:29 by Paleo | 3 comment(s)

Filed under:

Recuperando senha de proteção de planilha Excel
Digamos que você colocou uma senha de proteção em sua planilha, mas acabou esquecendo ela e agora precisa liberar o acesso à edição da mesma. O que fazer? Aqui apresento um script que utiliza a abordagem de força bruta para contornar este problema. Antes de partirmos para o script vamos entender uma coisa. O excel armazena o hash da senha informada e não a senha em si. Por um lado isto é muito positivo, mas por outro reduz a segurança. Por que? Porque basta que obtenhamos uma senha que gere o mesmo hash que teremos acesso aos dados, mesmo que ela não seja a mesma informada na hora da proteção. Pois é exatamente isto que o meu código faz, um ataque de força bruta (testando todas as combinações, baseado na tabela ASC-II) para obter um hash semelhante. Este código funciona muito bem para o Excel até a versão 2003. Da versão 2007 em diante a coisa complica, pois passa a ser usado outro sistema de segurança que é MUITO mais complexo de se burlar. Sub QuebraSenhaEsquecida() 'Declara variáveis Dim i As Integer, j As Integer, k As Integer Dim l As Integer, m As Integer, n As Integer Dim i1 As Integer, i2 As Integer, i3 As Integer Dim i4 As Integer, i5 As Integer, i6 As Integer 'Define a faixa por onde devem ocorrer os testes. São não preciso testar exatamente todas combinações em todas posições, pois se quero obter um hash On Error Resume Next For i = 65 To 66: For j = 65 To 66: For k = 65 To 66 For l = 65 To 66: For m = 65 To 66: For i1 = 65 To 66 For i2 = 65 To 66: For i3 = 65 To 66: For i4 = 65 To 66 For i5 = 65 To 66: For i6 = 65 To 66: For n = 32 To 126 'Identifica se senha funcionou ActiveSheet.Unprotect Chr(i) & Chr(j) & Chr(k) & _ Chr(l) & Chr(m) & Chr(i1) & Chr(i2) & Chr(i3) _ & Chr(i4) & Chr(i5) & Chr(i6) & Chr(n) 'Mostra senha funcional em mensagem (não é a que foi utilizada quando da proteção) If ActiveSheet.ProtectContents = False Then MsgBox "Uma senha utilizável é " & Chr(i) & Chr(j) _ & Chr(k) & Chr(l) & Chr(m) & Chr(i1) & Chr(i2) _ & Chr(i3) & Chr(i4) & Chr(i5) & Chr(i6) & Chr(n) Exit Sub End If Next: Next: Next: Next: Next: Next Next: Next: Next: Next: Next: Next End Sub

Posted terça-feira, 28 de setembro de 2010 11:11 by Paleo | 5 comment(s)

Filed under:

Removendo comentários do VBA
Quando escrevo algum código em VBA, comento ele todo. Praticamente cada linha possui um comentário explicando o que estou fazendo ali e porque. Isso facilita a minha vida quando preciso adaptar algo depois de um tempo e quando tenho de interromper a codificação para retomar mais tarde. Mas qual o sentido de entregar um código todo comentado? Se o cliente deseja um código todo mastigadinho (ensinando a fazer), precisa pagar um adicional para isso, ainda que a grande maioria dos meus códigos seja desenvolvida com os comentários. Agora, se o cliente não deseja pagar pelos comentários (o que sai caro), o que fazer para removê-los da versão a ser entregue? Apagar linha por linha é cruel. Já fiz projetos com mais de 40.000 linhas, manualmente seria impossível apagá-las. Qual a solução então? Usar uma macro para isso. Pois aqui está ela: Option Explicit Sub SemComentarios() Dim n As Long Dim i As Long Dim j As Long Dim k As Long Dim LineText As String Dim ExitString As String For i = 1 To ActiveWorkbook.VBProject.VBComponents.Count With ActiveWorkbook.VBProject.VBComponents(i).CodeModule For j = .CountOfLines To 1 Step -1 LineText = Trim(.Lines(j, 1)) If LineText = "ExitString = " & _ """" & "Ignora comentários neste módulo" & """" Then Exit For End If n = InStr(1, LineText, "' ") Select Case n Case Is = 0 Case Is = 1 .DeleteLines j, 1 Case Is > 1 .ReplaceLine j, Left(LineText, n - 1) End Select Next j End With Next i ExitString = "Ignora comentários neste módulo" End Sub

Posted terça-feira, 28 de setembro de 2010 2:33 by Paleo | with no comments

Filed under:

Validando o domínio de um e-mail
Este código de VBA serve de complemento ao postado antes, que verifica a sintaxe. Já este valida se o domínio é válido. Preparado para rodar com domínios .br, mas com pequeno ajuste funcionaria com os domínios .com também. Sub email() Dim txtEmail As String txtEmail = InputBox("Digite o endereço", "Endereço de e-mail") Dim ObjXML Dim ResultadoConsulta Dim Situacao If IsEmailValid(txtEmail) Then Dominio = Split(txtEmail, "@") If Len(Dominio(1)) < 9 Then Situacao = "Error ! The domain must have at least 3 characters" ElseIf Len(Dominio(1)) > 32 Then Situacao = "Error ! The domain must have at the maximum 26 characters" Else Set ObjXML = CreateObject("Microsoft.XMLHTTP") ObjXML.Open "GET", " http://registro.br/cgi-bin/nicbr/whois?qr =" & Dominio(1), False ObjXML.Send ResultadoConsulta = ObjXML.ResponseText If InStr(1, ResultadoConsulta, "Domínio inexistente") Then Situacao = "Disponível para registro" ElseIf InStr(1, ResultadoConsulta, "Consulta inválida") Then Situacao = "Erro! Sintaxe inválida " Else Situacao = "Domínio de e-mail válido" End If End If Else Situacao = "Sintaxe de e-mail inválida!" End If ' Mostra resultado MsgBox Situacao End Sub

Posted terça-feira, 28 de setembro de 2010 2:28 by Paleo | with no comments

Filed under:

Validando um e-mail pelo VBA
Muitas vezes precisamos inserir e-mails em nossas planilhas, mas o que fazer se você deseja que estes e-mails sejam validados, a fim de evitar erros de digitação? Aqui está o código em VBA que realiza isso: Sub email() Dim txtEmail As String 'Obtém o endereço de e-mail txtEmail = InputBox("Digite o endereço", "Endereço de e-mail") Dim Situacao As String 'Identifica a situação dele If IsEmailValid(txtEmail) Then Situacao = "Sintaxe válida de e-mail!" Else Situacao = "Sintaxe inválida de e-mail!" End If ' Mostra o resultado MsgBox Situacao End Sub Function IsEmailValid(strEmail) Dim strArray As Variant Dim strItem As Variant Dim i As Long, c As String, blnIsItValid As Boolean blnIsItValid = True i = Len(strEmail) - Len(Application.Substitute(strEmail, "@", "")) If i <> 1 Then IsEmailValid = False: Exit Function ReDim strArray(1 To 2) strArray(1) = Left(strEmail, InStr(1, strEmail, "@", 1) - 1) strArray(2) = Application.Substitute(Right(strEmail, Len(strEmail) - Len(strArray(1))), "@", "") For Each strItem In strArray If Len(strItem) <= 0 Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If For i = 1 To Len(strItem) c = LCase(Mid(strItem, i, 1)) If InStr("abcdefghijklmnopqrstuvwxyz_-.", c) <= 0 And Not IsNumeric(c) Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If Next i If Left(strItem, 1) = "." Or Right(strItem, 1) = "." Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If Next strItem If InStr(strArray(2), ".") <= 0 Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If i = Len(strArray(2)) - InStrRev(strArray(2), ".") If i <> 2 And i <> 3 Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If If InStr(strEmail, "..") > 0 Then blnIsItValid = False IsEmailValid = blnIsItValid Exit Function End If IsEmailValid = blnIsItValid End Function

Posted terça-feira, 28 de setembro de 2010 2:13 by Paleo | with no comments

Filed under:

Precisão de cálculos com pontos flutuantes no Excel
Já vi muita gente que precisa realmente trabalhar com grande precisão numérica, reclamando que o seu Excel "errou" um cálculo. Como isso ocorre? Vamos começar por um exemplo numérico para ficar mais fácil de constatarmos o problema. Digamos que preciso somar os três números abaixo e preciso de precisão total nos cálculos: Valor 1 = 45.031,400000002400 Valor 2 = 35.685,600000000000 Valor 3 = 1.523.133,000000000000 Soma no Excel = 1.603.850,000000000000 Resultado mais preciso = 1.603.850,000000002400 O que houve? Por que a precisão do Excel fez com que aqueles 24 simplesmente desapareçam? Bem, vamos entender então como funciona a precisão dos cálculos no Excel. Quando estamos trabalhando com números, estes nada mais são do que variáveis, ou seja, em termos de programação eles são interpretados como variáveis numéricas. Ok, mas dentro os tipos de variáveis que podemos usar, qual o utilizado pelo Excel? Aí é que está a questão, vários tipos de variáveis poderiam ser utilizados, mas estão como é determinado o tipo escolhido? Para padronizar a forma como as planilhas de cálculo funcionam, foi estabelecido um padrão internacional a ser seguido por todos desenvolvedores de planilhas. Este padrão foi definido pelo IEEE (Institute Of Electrical And Electronic Engineers) e definiu como devem ser tratados, em cálculos, os números de pontos flutuantes (aqueles que possuem vírgulas). Ficou definido que o padrão de variável a ser utilizado é Double. Ok, mas o que isso significa. Double significa uma variável de 8-bytes, ou em outras palavras, com até 15 dígitos. Naturalmente que isto não guarda relação alguma com a forma de exibição de números configurada em sua planilha. Mesmo que você tenha definido para apresentar apenas duas casas decimais após a vírgula, os cálculos serão procedidos com 15 dígitos. Qual a diferença entre 15 dígitos e 15 casas após a vírgula? Imensa, pois quando se fala de 15 dígitos, estamos falando de 15 dígitos, estejam eles do lado que estiverem da vírgula! Voltemos ao nosso exemplo e vejamos até onde os números são considerados em nossos cálculos: Valor 1 = 45.031,400000002400 -> 5 dígitos antes da vírgula e 12 após, totalizando 17, portanto sendo 2 desprezados. Como os dois últimos são "0" (zeros), nada se perde; Valor 2 = 35.685,600000000000 -> Mesmo tamanho do anterior, com dois últimos sendo "0" (zeros) também. Novamente nada se perde; Valor 3 = 1.523.133,000000000000 -> 7 dígitos antes da vírgula e 12 após, totalizando 19, sendo portanto 4 desprezados. Novamente os desprezados são os "0" (zeros). Soma = 1.603.850,000000002400 -> 7 dígitos antes da vírgula e 12 após, totalizando 19, sendo portanto 4 desprezados. Desta vez os 4 últimos são "2400", onde ocorre o despreza dos 24 que haviam "desaparecido" da resposta do Excel. Mas considerando que eu precise de precisão total, há como configurar minha planilha para considerar todos os dígitos? Não. Via VBA eu conseguiria realizar este cálculo com total precisão? Sim, mas não seria nada simples, pois ainda há outro problema. Além da planilha seguir este padrão, o próprio computador também o segue, portanto isto também precisaria ser contornado em seu código. Então não há como trabalhar com uma precisão superior a 15 dígitos? Há sim, basta instalar um complemento para isto, disponível em http://digilander.libero.it/foxes/index.htm . Ele amplia a precisão de 15 dígitos para 250 dígitos. Realmente se você ainda precisa de mais do que isso, melhor recorrer a um software estatístico!

Posted quinta-feira, 23 de setembro de 2010 11:45 by Paleo | with no comments

Filed under:

Erro 0x80040111-00000000-00000000 no Outlook
Hoje a cada mensagem que tentava enviar de minha pelo Outlook 2007 recebia, sempre: Sua mensagem não foi recebida por um ou mais dos destinatários. Assunto: Teste Enviada em: 04/09/2010 01:33 Não é possível encontrar os seguintes destinatários: Joe Doe em 04/09/2010 01:33 Esta mensagem não pôde ser enviada. Tente enviar a mensagem novamente mais tarde ou contate o administrador da rede. O erro é [0x80040111-00000000-00000000]. Marquei uma reunião com o administrador de minha rede (eu mesmo, :D) e começamos a isolar o problema, através das seguintes alternativas: 1) Como está o envio dos demais usuários? Funcionando perfeitamente. Até aqui já sabemos que não é um problema do Exchange; 2) Acessando o OWA consigo enviar mensagens a partir da minha conta? Sim, consigo. Nada com a minha caixa de mensagens também; 3) Acessando minha conta de outro computador com Outlook consigo enviar mensagens? Sim, consigo. Então o problema está em minha máquina, no meu outlook; 4) Minha conta está com o modo de cache de Exchange habilitado? Sim, está; 5) Desabilitando ele funciona? Sim, funcionou. Problema resolvido. A abordagem mais comum seria considerar haver um problema no Exchange e desperdiçar um tempo considerável analisando logs, portanto devemos sempre lembrar que pode ser algo bem simples!

Posted sábado, 4 de setembro de 2010 2:08 by Paleo | with no comments

Redes Sociais no Outlook
Esta dica recebi do Eduardo Petizme. Se você é usuário de redes sociais (a esmagadora maioria dos brasileiros é), sua vida vai se tornar bem mais fácil. Acaba de ser lançado o Outlook Social Connector: http://bit.ly/dAowEh Conector para: - Facebook; - LinkedIn; - myspace; - LiveMessenger. Direto no seu Outlook.

Posted segunda-feira, 16 de agosto de 2010 15:21 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

Free Office 2010
Você gostaria de testar o Office 2010? Perfeito, o teste é grátis. Teste ele por 60 dias e descubra porque tantas empresas e pessoas estão migrando... Clique aqui!

Posted quarta-feira, 28 de julho de 2010 9:46 by Paleo | with no comments

Filed under:

Comandar apresentação do PowerPoint através do telefone celular
Você já pensou como seria legal poder comandar os seus slides através do telefone celular? Nunca mais acontecer de chegar no local do evento e descobrir que deixou o mouse em casa e agora ficará preso junto ao micro, ou terá de pedir ajuda a outra pessoa? Pois agora isto e muito mais é possível. Veja como: Rever e editar apresentações no celular Imagine que você esteja em viagem para uma reunião, onde tudo tem que dar certo e leva junto aquela apresentação feito em conjunto com toda sua equipe. Enquanto está se deslocando para o escritório do cliente de taxi, pega o seu Windows Phone, verifica o seu e-mail e analisa a apresentação que fará. Como sempre, o PowerPoint Mobile lhe proporciona uma visualização rica e fiel de sua apresentação. Gráficos de SmartArt, Imagens, Animações e Transições funcionam perfeitamente. A nova visualização Outline lhe permite navegar pela apresentação facilmente, além de saltar para um slide específico quando deseja. Você navega pelas notas de apresentação, que lhe lembram sobre o que falar em cada slide. Enquanto está lendo, você tem mais algumas idéias que acha seriam interessantes de abordar. Sem problemas! Agora o PowerPoint Mobile permite que você edite as notas de apresentação, então sempre poderá render o máximo, "lembrando-se" de tudo. Então, você chega à conclusão de que a apresentação precisa de uma reestruturação para causar um impacto maior. Adivinhe só? Agora o PowerPoint Mobile lhe permite reordenar os slides da sua apresentação, além de ocultar alguns, para eles não apareçam durante a apresentação. Finalmente, durante esta revisão você encontra um erro, que passou inadvertidamente pela sua equipe. Sem stress! Com o PowerPoint Mobile, editar o slide é uma barbada. Tudo revisado e alterado, você reenvia a apresentação por e-mail para baixar no cliente. Presentation Companion Quando você chega no escritório do cliente, descobre que o seu colega, que já estava na cidade, já recebeu seu e-mail com a apresentação e está executando ela com o PowerPoint 2010 em um notebook, que está conectado a um projetor. Então você usa o seu PowerPoint Mobile para transformar o seu telefone celular em um comando sem fio para a sua apresentação em apenas 3 passos simples. 1. Certifique-se que o add-in do Presentation Companion esteja rodando no PowerPoint do laptop 2. Simplesmente abra a mesma apresentação no seu telefone usando o PowerPoint Mobile 3. Com poucos cliques, configure a paridade de seu telefone com o laptop usando o Bluetooth* (* repare que para isso precisará ter o Microsoft Bluetooth no telefone) Pronto! Seu telefone transformou-se num recurso de apoio à reunião. Use ele como controle remoto da apresentação que está rodando no laptop. Como um bônus, você pode ver as notas de apresentação de cada slide no seu telefone, mesmo durante a projeção dos slides pelo laptop. Gostou e já possui o Office PowerPoint 2010 rodando em seu micro, mas não sabe obter os outros softwares? PowerPoint Companion 1.0 (Beta): http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?FamilyID=1a448b18-baf6-4c73-805f-75190113de59&displaylang=en Office Mobile 2010 (Beta): http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=177951&clcid=0x409 Fonte: http://blogs.msdn.com/b/powerpoint/archive/2010/06/03/review-and-deliver-dynamic-presentations-with-powerpoint-mobile-2010.aspx

Posted quinta-feira, 10 de junho de 2010 18:54 by Paleo | 4 comment(s)

VOCÊ É UM EXPERT EM OFFICE?
As pessoas sempre pedem sua ajuda para realizar tarefas com aplicativos Office? Você domina alguma aplicativo mais que a média as pessoas? Conte para a Microsoft um pouco mais sobre sua experiência! http://co1piltwb.partners.extranet.microsoft.com/mcoeredir/mcoeredirect.aspx?linkId=13327891&s1=ef00d5c6-9636-f4ab-dc85-1b6d35ad4ce5

Posted segunda-feira, 22 de março de 2010 15:53 by Paleo | with no comments

Filed under:

Modelos do Office
Você sabia que existem modelos pronto do Office para quase todas as necessidades que você tiver? Por exemplo, você já precisou e não encontrou um modelo para um dos tipos de documentos abaixo: Procuração: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC100471301046.aspx Orçamento: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC010468361046.aspx?CategoryID=CT101481361046 Controle de requisitos de projeto: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC100471271046.aspx?CategoryID=CT101481361046 Certificados de premiação: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/CT101043001046.aspx Cotações de preços: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/CT101438791046.aspx Currículo para área de Produção e Qualidade: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC012303341046.aspx?CategoryID=CT101449351046 Currículo para área de Comércio Exterior: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC012303321046.aspx?CategoryID=CT101449351046 Currículo para a área Financeira: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC012303331046.aspx?CategoryID=CT101449351046 Currículo para a área de Recursos Humanos: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC012303351046.aspx?CategoryID=CT101449351046 Currículo para a área de Marketing: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC012303361046.aspx?CategoryID=CT101449351046 Declaração de Faturamento: http://office.microsoft.com/pt-br/templates/TC100738771046.aspx?CategoryID=CT101172761046

Posted sexta-feira, 31 de outubro de 2008 11:19 by Paleo | with no comments

Filed under:

PowerPoint com Zoom
Algumas vezes preciso inserir tabelas em apresentações que ficam próximas de impossíveis de se ler, em função da redução de seu tamanho para caber em um slides. Normalmente a solução é dividir em tabela em várias outras, o que particularmente não me agrada muito, pois julgo que se perde a visão do todo. Bom, achei a solução para isso e ela se chama pptPlex. Um add-in que permite o Zoom nos slides durante as apresentações. Esta é outra excelente ferramenta do Office Labs e pode se obtida em: http://www.officelabs.com/projects/pptPlex/Pages/default.aspx

Posted quinta-feira, 30 de outubro de 2008 11:52 by Paleo | with no comments

Filed under:

e-mails que consomem tempo
Acredito que muitos de vocês sofram do mesmo problema que eu. Chega aquela infinidade de mensagens de e-mails e acabamos perdendo a concentração no trabalho e desperdiçando tempo com eles. Pois creio ter encontrado uma solução para isso e ela chama-se Email Prioritizer. Com ele podemos definir um período em que não desejamos ser perturbados (Do Not Disturb), onde apenas mensagens com nível de prioridade superior a 3 serão reportadas. Ah sim, como se define o grau de prioridade? No próprio software e ele vai aprimorando de acordo com o uso. Vale a pena testar! http://www.officelabs.com/projects/emailprioritizer/Pages/default.aspx

Posted quinta-feira, 30 de outubro de 2008 11:39 by Paleo | with no comments

Filed under:

Gerando arquivos PDF a partir do Office
Aqui vale a pena salientar que existem basicamente duas formas de gerar arquivos PDF a partir do Office: Save As... : Salvando o arquivo como sendo um PDF. Esta opção equivale a uma exportação do arquivo para outro padrão, portanto reserva algumas vantagens: os links existentes no texto são mantidos na versão PDF do arquivo; os bookmarks do Word são mantidos no arquivo PDF. Ainda que tenhamos de considerar que há uma diferença entre bookmarks do Word e de um arquivo PDF. No Word usamos bookmarks para referenciar partes de um documento ou blocos de texto, já num arquivo PDF eles se comportam como os cabeçalhos do Word, para destacar áreas específicas e criar a árvore de navegação do documento. Em razão desta semelhança a árvore do arquivo PDF (seus bookmarks) serão criados tanto a partir dos bookmarks do Words, quanto dos cabeçalhos dele; suas imagens de fundo (backgrounds) serão salvas normalmente no documento PDF, mantendo uma exibição semelhante a que você possui no Office; as marcas d'água, da mesma forma serão salvas normalmente no documento. Print to PDF : Esta opção é a utilizada quando instalamos um software que cria uma impressora PDF, que usaremos para a criação de nossos documentos. Esta era a opção mais utilizada até o Office 2003, pois só passamos a possuir o add-in grátis a partir do Office 2007. Neste método agimos como se estivéssemos imprimindo o documento. Ao mandar imprimir o documento na impressora PDF, abre uma janela perguntando o nome que desejar dar ao arquivo e o local onde queremos gravar ele. As características deste método são: só serão convertidos em links os textos que possuírem o link visível, ou seja, quando estiver digitado explícitamente no texto http://....... e ainda assim, apenas caso esteja habilitada a opção "Automatically Detect URL's from text" do PDF reader que o nosso leitor for utilizar. Exato, em resumo esta será uma função do software leitor e não de que usamos para imprimir. Os links que não aparecem explícitamente no texto, ou seja, aqueles que ficam ocultos em alguma palavra, fazendo com que ela mude de cor para identificar que há link, não serão convertidos. Naturalmente a palavra aparecerá em outra cor, indicando que havia um link nela, mas o mesmo não será clicável; os bookmarks serão perdidos, não sendo salvo nenhum tipo de referência a eles; qualquer imagem de fundo que exista no seu documento não será salva no arquivo PDF, pois este salvamento é considerado uma impressão e os programas do Office não imprimem imagens de fundo. Note que aqui me refiro às imagens de fundo (background) e não às marcas d'água. Adicionalmente você pode contornar esta limitação na caixa de impressão, selecionando "Print background colors and images" no Office 2007 (imagem abaixo), já no 2003 lembre-se que não é a opção "Background printing" em "Printing options", mas sim "Background colors and images" em "Include with document"; já as marcas d'água serão impressas normalmente, sem que seja necessário marcar qualquer caixa de verificação. Ok, mas então qual usar? A opção salvar como fará com que o documento pareça com o que você possui no Office, com seus links e tudo mais, incluindo os metadados (autor, ...). Pode ser que você não deseje isto, portanto deve avaliar antes de executar esta tarefa. Por outro lado, imprimir para PDF fará com que o arquivo pareça com uma versão impressa do documento, sem mostrar metadados. Agora a decisão é sua, espero apenas ter colaborado com esta tomada de decisão.

Posted sexta-feira, 3 de outubro de 2008 10:59 by Paleo | 3 comment(s)

Filed under:

Access 97 Out of memory
Como pode? Você tem mais de 1 GB livre? Pois é, no fundo o erro significa exatamente o oposto. Você possui memória demais! Incrível né? Mas é verdade. É um problema no "motor" do Access, o Jet. Bast fazer a atualização dele que o erro desaparece... http://support.microsoft.com/kb/172733/EN-US/

Posted segunda-feira, 29 de setembro de 2008 17:40 by Paleo | 1 comment(s)

Filed under: ,

LANÇAMENTO OFFICE LIVE WORKSPACE EM PORTUGUÊS
LANÇAMENTO OFFICE LIVE WORKSPACE EM PORTUGUÊS · Lançamos no dia 28 de agosto a versão BETA, em português, do Office Live Workspace , serviço GRATUITO complementar ao Office para armazenar e compartilhar documentos na web · O público-alvo do Office Live Workspace inclui usuários finais, estudantes e pequenas empresas · O serviço é totalmente aderente à visão Software + Serviços , mensagem que foi exposta e capturada nas atividades de PR no lançamento · O Office Live Workspace NÃO é o Office na web e NÃO permite edição de documentos online

Posted terça-feira, 2 de setembro de 2008 11:44 by Paleo | with no comments

Filed under:

Office Open XML reconhecido por ISO e IEC
Abaixo posta a notícia original na íntegra. http://www.iso.org/iso/pressrelease.htm?refid=Ref1151 ISO and IEC members give go ahead on ISO/IEC DIS 29500 2008-08-15 The two ISO and IEC technical boards have given the go-ahead to publish I SO/IEC DIS 29500, Information technology – Office Open XML formats , as an ISO/IEC International Standard after appeals by four national standards bodies against the approval of the document failed to garner sufficient support. None of the appeals from Brazil, India, South Africa and Venezuela received the support for further processing of two-thirds of the members of the ISO Technical Management Board and IEC Standardization Management Board, as required by ISO/IEC rules governing the work of their joint technical committee ISO/IEC JTC 1, Information technology . According to the ISO/IEC rules, DIS 29500 can now proceed to publication as an ISO/IEC International Standard. This is expected to take place within the next few weeks on completion of final processing of the document, and subject to no further appeals against the decision. The adoption process of Office Open XML (OOXML) as an ISO/IEC Standard has generated significant debate related to both technical and procedural issues which have been addressed according to ISO and IEC procedures. Experiences from the ISO/IEC 29500 process will also provide important input to ISO and IEC and their respective national bodies and national committees in their efforts to continually improve standards development policies and procedures.

Posted domingo, 17 de agosto de 2008 1:08 by Paleo | with no comments

Filed under:

Faça palestras sem a necessidade de fortes emoções
Imagine aquela palestra com slides que consumiram uma grande parcela de seu tempo e na hora da apresentação você descobre que o computador a ser usado não possui as mesmas fontes que o seu? Que pesadelo, muda tudo. Os textos ficam completamente diferentes do desejado. Como resolver isto? Simples, integre as fontes que usou ao arquivo, desta forma nunca passará por este pesadelo. Certo, mas e como fazer isto? Pois aqui vai a dica. Quando finalizar a sua apresentação clique em Salvar como Agora clique em Ferramentas e depois em Opções de Salvamento Agora mande incorporar as fontes, selecionando a caixa de verificação que aparecerá na parte inferior direita da janela, conforme demonstrado abaixo Neste caso selecionei a primeira opção, pois pretendo apenas usar a apresentação em outro computador, mas se desejar poder alterá-la, devo marcar a segunda. Agora basta clicar em OK e em Salvar . Fácil e rápido, mas poupa muita dor de cabeça.

Posted quarta-feira, 13 de agosto de 2008 13:35 by Paleo | with no comments

Filed under:

Vencedor do I Concurso Ócio Aplicado - Genius no Excel
Semanas atrás o Blog Ócio 2007 escolheu o vencedor do I Concurso Ócio para desenvolvedores de aplicações com ferramentas Office. O campeão foi o game Cell Genius, um jogo no estilo Genius mas feito em Excel. Tem mais informações nos posts: Ócio Aplicado, o Grande Vencedor http://www.ocio2007.com.br/Home/tabid/74/EntryID/274/Default.aspx Ócio Aplicado, Ele é o Vencedor (entrevista com o programador Plínio Brunelli) http://www.ocio2007.com.br/Home/tabid/74/EntryID/277/Default.aspx

Posted segunda-feira, 7 de julho de 2008 10:03 by Paleo | with no comments

Filed under:

Tem que ser rápido
Seja rápido e tire proveito destas oportunidades: Acesse www.microsoftincentives.com Procure por Free Visio Network Mapping Plug-In (LANsurveyor Express) by SolarWinds No lado direito, dois itens abaixo da barra laranja, encontre: Microsoft Visio 2007 Promo - Automatic Network Mapping Software Free to All Visio 2007 Customers Clique em: ACT NOW Preencha o formulário (o endereço preciso ser nos USA para obter e software) e faça o download. Você receberá o serial no e-mails. Adicionalmente: Faça o download do Microsoft Baseline Security Analyzer Visio Connector! http://www.microsoft.com/technet/security/tools/mbsavisio.mspx

Posted terça-feira, 22 de abril de 2008 15:05 by Paleo | with no comments

Filed under:

Padrão Ecma Office Open XML obtém certificação internacional ISO
Padrão Ecma Office Open XML obtém certificação internacional ISO A votação final foi favorável . 87 órgãos internacionais ajudaram a aprimorar a especificação voltada ao formato de documentos Após mais de 14 meses de intensa revisão e análise de estudos técnicos realizados por seus países membros, o Comitê Técnico Conjunto da Organização Internacional de Padronização (ISO) e da Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC) ( http://www.iso.org ) finalizaram o processo formal para a certificação internacional ao Padrão Ecma Office Open XML. Informações públicas indicam que a proposta do Padrão Open XML recebeu grande apoio das nações. De acordo com os documentos disponíveis na internet, 86% de todos os países que participaram do processo na ISO/IEC votaram a favor do formato. Segundo as regras da entidade internacional de padronização, para se obter uma certificação internacional é necessário ter 75% dos votos. Adicionalmente, os participantes dos organismos internacionais, conhecidos como membros-P, também apoiaram o Padrão Open XML. Nesse caso houve uma votação superior com 75% dos votos, sendo que bastavam 66,7% para garantir a aprovação. Agora, o Open XML passa a fazer parte dos padrões de formato de documentos abertos reconhecidos pela ISO e IEC, como o HTML, PDF e ODF. "Com 86% dos votos, o Open XML recebeu um expressivo apoio. Esse resultado significa um avanço para os consumidores, provedores de tecnologia e governos que desejam escolher o formato que melhor atende às suas necessidades e têm uma voz na evolução desse padrão amplamente adotado", disse Tom Robertson, gerente geral de Interoperabilidade e Padrões da Microsoft Corp. "As contribuições de especialistas técnicos, clientes e governos vindas de todo o mundo aprimoraram de maneira significativa a especificação Open XML e a tornará ainda mais útil para desenvolvedores e clientes. Com o padrão oficialmente aprovado, estaremos comprometidos em apoiar essa especificação em nossos produtos, da mesma forma que continuaremos a trabalhar com organismos de padronização, governos e indústria para promover uma maior interoperabilidade e inovação", reiterou o executivo. O padrão aberto tem obtido uma ampla adoção na indústria de software para uso em uma variedade de plataformas, incluindo Linux, Windows, Mac OS e Palm OS. Centenas de fornecedores independentes de softwares e fornecedores de plataformas em todo o mundo, tais como Apple, Corel, Sun Microsystems, Microsoft e Novell, desenvolvem soluções utilizando o Open XML, fato que oferece valor real para os usuários de tecnologia de informação em todo o mundo. Uma pesquisa independente concluiu que o uso do Open XML tem grande probabilidade de se expandir ainda mais no futuro.* Milhares de companhias manifestaram apoio ao Open XML e sua ratificação pela ISO ( http://www.iso.org ) e IEC. Mais detalhes podem ser conferidos por meio do site http://www.openxmlcommunity.org . Aqueles que trabalham com o Open XML podem atestar os benefícios desse formato de arquivo aberto nas áreas de gerenciamento de dados e arquivo, recuperação de dados, interoperabilidade com sistemas de linhas de negócios e a preservação de documentos a longo prazo. O Open XML é otimizado para o nível de precisão e detalhe que facilita o transporte de bilhões de documentos existentes. Os formatos de arquivo Open XML são capazes, de uma maneira exclusiva, de integrar outros tipos de sistemas e dados com documentos Open XML, ao mesmo tempo em que mantêm uma separação limpa e clara da apresentação (marcação Open XML) e dos dados (esquemas do cliente e instâncias do mesmo). Isso significa que as organizações podem usar formatos Open XML para elaborar relatórios de informações provenientes de outras aplicações e sistemas sem ter que traduzi-las primeiro. Isto é uma inovação chave para desenvolvedores que procuram incorporar informações de negócios em tempo real nos seus documentos ou para aqueles que procuram marcar documentos por "tag" com seus próprios sistemas de categorização, para aprimorar a compreensão dos conteúdos. Lamentável foi a postura do Brasil, de tentar rejeitar um padrão que já tinha aceitação prevista em 75% dos países antes da emissão do parecer brasileiro. Isto serve apenas para demonstrar que precisamos de mais pessoas técnicas nas decisões de tecnologia em nosso país e menos pessoas que sigam "ideologias". Ou será que alguém ainda se atreve a afirmar que os certos eram os nossos técnicos e não os que representavam os outros 86% dos votantes?

Posted quinta-feira, 3 de abril de 2008 12:33 by Paleo | with no comments

Filed under: ,

O melhor sempre é copiado...
Sim, o Open Office novamente está copiando o Microsoft Office. Agora a versão 3.0 do Open Office. Org está incluindo a habilidade de ler e escrever no padrão Office Open XML. Este é o padrão usado pelo Microsoft Office, que inclui as extensões .docx,...

Posted quarta-feira, 19 de março de 2008 19:41 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under: ,

Excel: Quantidade de células preenchidas
Digamos que você gostaria de saber a quantidade de células preenchidas em uma determinada coluna do Excel. Como obter este resposta? Suponhamos que o caso real é: você está controlando quantas pessoas participaram de um seminário com a duração de cinco...

Posted quarta-feira, 5 de março de 2008 10:16 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Comentários de voz no Office
Vocês sabem aqueles documentos onde a gente sente falta de poder comentar alguns detalhes, mas isto tornaria ele extenso demais? Ficamos pensando, puxa, como gostaria de fazer uma reunião a respeito disto para poder comentar? Pois você sabia que pode...

Posted quarta-feira, 5 de março de 2008 10:04 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

SDK do SharePoint em Português
Este post do Luiz Cláudio foi ótimo ( http://msmvps.com/blogs/officedev/archive/2007/12/06/sharepoint-sdk-em-portugu-234-s.aspx ) para quem gosta de desenvolver para o SharePoint. Finalmente um SDK em português! Mais detalhes sobre a iniciativa: http...

Posted sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 23:50 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Compartilhando o calendários com os amigos
Você já pensou em compartilhar o seu calendário com os amigos? Sim, isto é possível com o Outlook 2007, veja como: No Outlook 2007 clique em Calendário; No lado esquerdo clique em Publish My Calendar... (sim, o meu outlook está em inglês); o Registre...

Posted quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 0:53 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Mantendo-se em contato com o Outlook 2007
Você já recebeu um e-mail importante, que requer atenção imediata a um assunto, que você preferiria discutir através de um instant messenger para tornar a discussão mais rápida e teve de pesquisar no seu Live Messenger para ver se a outra pessoa estava...

Posted quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 0:19 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Microsoft Office SharePoint Designer 2007 Service Pack 1 (SP1)
Quem usa o SharePoint Designer 2007 já pode instalar o SP1 dele. Não percam tempo, pois ele melhora em muito a estabilidade e performance do produto, além de trazer melhorias de segurança. http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=b57c805d...

Posted segunda-feira, 31 de dezembro de 2007 21:57 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Checklist de férias e feriado
Achei interessante postar aqui uma pequena check list para ser utilizado antes de nossas férias e dos feriados prolongados, para evitar transtornos no retorno: Rejeite ou transfira compromissos de seu calendário que estejam no período em que estará ausente...

Posted segunda-feira, 31 de dezembro de 2007 21:36 by Carlos Fernando Paleo da Rocha&lt;br /&gt;SBS MVP in Brazil

Microsoft Office 2007 x Microsoft Office 2004 for Mac e Microsoft Office v. X for Mac
Amigos, está acabando o problema de incompatibilidade dos arquivos! Já está disponível, ainda que em versão beta o "Microsoft Office Open XML File Format Converter for Mac 0.2.1". Com ele você poderá ler os arquivos do Office 2007 em seu Mac...

Posted sábado, 29 de dezembro de 2007 14:54 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under: ,

Idioma das pastas do outlook
Caso suas pastas do Outlook que é todo em português, de uma hora para outra mudarem de idioma para o inglês (Ex.: Inbox). Pode ficar calmo, pois a solução é bem simples. Vá ao prompt de comando e execute: Outlook /ResetFolderNames. Pronto, as pastas voltarão...

Posted sábado, 1 de dezembro de 2007 4:16 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Documentação do Office SharePoint Server 2007 em Português
O time do Office SharePoint está oferecendo a documentação de desenvolvimento para Office SharePoint Server 2007 através do SDK em português no formato de Wiki, como já acontece com a documentação do Visual Studio 2005 . Está disponível também a documentação...

Posted quinta-feira, 29 de novembro de 2007 2:00 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Microsoft® OneNote® 2007
Você conhece o Office OneNote? Já usou ele? Talvez nem saiba o que está perdendo... O OneNote vem para substituir os blocos de anotações de papel, com a adição de várias funcionalidades. Claro que se torna ainda mais interessante para usuários de Tablet...

Posted quinta-feira, 29 de novembro de 2007 1:07 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Microsoft Office Outlook Connector
Com este download você pode ler suas mensagens do Windows Live Hotmail no Outlook 2003 ou Outlook 2007, além de gerenciar os contatos. O melhor é que fará isto de graça. Sim, no passado postei esta notícia, mas era a versão anterior e ainda não suportava...

Posted quinta-feira, 29 de novembro de 2007 0:58 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Excel 2007
Original in english: http://office.microsoft.com/en-us/help/HA102284301033.aspx Excelentes dicas de produtividade para o Excel 2007! 1. Você já teve dificuldade para selecionar a planilha que deseja, por serem várias as presentes? Simplesmente dê um clique...

Posted segunda-feira, 12 de novembro de 2007 11:50 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Dica de Produtividade
No Outlook 2007: você recebe um e-mail e precisa realizar várias tarefas nele, sendo importante que receba um lembrete delas; simplesmente arraste o e-mail para uma data no seu calendário e "voilla", um novo compromisso estará criado, já com...

Posted terça-feira, 30 de outubro de 2007 11:11 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

ECMA OpenXML
Referências sobre o tema: · http://porta25.com.br - Comunicação sobre iniciativas Microsoft e Open Source · http://microsoft.com/opensource - site da Microsoft sobre o tema Open Source · http://www.OpenXmlDeveloper.org/ - artigos, tutoriais, samples,...

Posted sexta-feira, 26 de outubro de 2007 1:36 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Arquivo Morto do Outlook
Você tenta fechar a pasta de arquivo morto do Outlook e ela desaparece? Sim, esta é mais uma daquelas situações interessantes, note que apesar de no texto constar “”Fechar Arquivo Morto”, no ícone ao lado dele aparece um “X” vermelho. O que isto significa...

Posted quarta-feira, 10 de outubro de 2007 14:26 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Filed under:

Downloads
Amigos, seguem abaixo alguns downloads novos, disponíveis no site da Microsoft: Windows Home Server Toolkit: http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=de10c0e9-2d46-4770-91fe-6b84ae06f960&displaylang=en&tm Conjunto de ferramentas...

Posted segunda-feira, 8 de outubro de 2007 11:02 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil

Atenção usuários de Smartphones e Pocket PCs
Saiu uma atualização para o Office Mobile, que serve para contemplar as novas extensões do Office 2007. Aproveite para fazer o download: http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=pt-br&FamilyID=4b106c1f-51e2-42f0-ba32-69bb7e9a3814

Posted quinta-feira, 27 de setembro de 2007 13:47 by Carlos Fernando Paleo da Rocha<br />SBS MVP in Brazil